Terceiro colocado, polonês Kubica fala em título na F-1

O polonês Robert Kubica precisa de uma combinação improvável para conquistar o título da Fórmula 1. A 12 pontos de Lewis Hamilton, e sete atrás de Felipe Massa, o piloto da BMW não desiste, e ainda se vê com chances, a duas etapas do fim da temporada."Estou 12 pontos atrás e acho que os dois pilotos à minha frente tem muito mais a perder", afirmou, jogando a responsabilidade para Hamilton e Massa. Para manter-se na disputa, Kubica precisa de um bom resultado no GP da China, no domingo, em Xangai. Para isso, conta com a ajuda da sorte."As últimas provas mostraram que tudo é possível, seja devido às condições de tempo, entradas do safety car ou uma largada como a de Fuji. Essas coisas provam que o automobilismo é imprevisível, e é por isso que temos de fazer o melhor que pudermos", disse o polonês. Kubica venceu apenas uma vez neste ano, no GP do Canadá, e atribui à regularidade da equipe sua condição no Mundial. "A única forma de brigar pelo título é com consistência e confiabilidade. E nisso, fomos ótimos nessa temporada."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.