Edgar Su/Reuters
Edgar Su/Reuters

Terceiro, Sebastian Vettel se diz 'muito feliz' com evolução da Red Bull

O atual tetracampeão mundial não conseguiu completar o GP da Austrália e aposta no GP da Malásia

Agência Estado

28 de março de 2014 | 12h53

KUALA LUMPUR - Ao fechar o dia de treinos livres do GP da Malásia na terceira posição, Sebastian Vettel mostrou que a Red Bull voltou a dar sinais de reação na Fórmula 1 após uma pré-temporada de complicada adaptação ao novo motor turbo V6 da categoria. O piloto alemão ainda evita exibir euforia com a evolução do seu carro, mas reconheceu que está satisfeito com o modelo RB10.

O atual tetracampeão mundial não conseguiu completar o GP da Austrália, prova de abertura da temporada, há duas semanas, mas agora mostra empolgação com o fato de que a Red Bull está conseguindo andar próxima das principais equipes do grid da F1.

"Acho que tivemos um bom dia, obviamente os tempos de sexta-feira não são a coisa mais importante do mundo, mas é bom estar lá em cima e na faixa dos caras tops", disse Vettel, para depois acrescentar: "Acho que tivemos um dia decente, não um dia completamente constante para nós, há ainda algumas coisas para resolver no lado do software e da programação... Acho que temos de aprender muito, mas estou muito feliz".

O australiano Daniel Ricciardo, por sua vez, destacou que ele e Vettel estão "muito satisfeitos com o progresso" do carro da Red Bull, mas alertou que o desempenho ainda precisa melhorar. O piloto, que foi desclassificado do GP da Austrália após ficar em segundo lugar por causa de irregularidade no uso do combustível na prova, também ressaltou que "a umidade (alta) é provavelmente o maior desafio" na Malásia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.