Chris Graythen/AFP
Chris Graythen/AFP

Tetracampeão e atual líder da Indy, Dixon renova contrato com a Chip Ganassi

Piloto neozelandês está na equipe desde 2002 e deve ficar nela até o final da carreira

Estadão Conteúdo

13 Agosto 2018 | 13h09

Quatro vezes campeão da Fórmula Indy e atual líder da categoria, o neozelandês Scott Dixon assinou a renovação do seu contrato com a Chip Ganassi em um acordo que poderá marcar a sua permanência na equipe até provavelmente o fim de sua carreira.

O acordo oficializado nesta segunda-feira também colocou fim a uma especulação de que o piloto de 38 anos de idade poderia deixar a Ganassi depois de 17 temporadas para se juntar ao espanhol Fernando Alonso em uma possível nova equipe da McLaren na Indy, embora escuderia britânica da Fórmula 1 ainda não tenha confirmado a sua entrada na categoria norte-americana.

O período do novo vínculo assinado por Dixon não foi confirmado, mas a equipe disse que o acordo é por "muitos anos", assegurando a permanência do piloto "para a temporada de 2019 e além". E o veterano da Nova Zelândia comemorou a prorrogação do seu contrato para poder seguir fazendo história pela Chip Ganassi.

"Essa equipe tem sido como uma família para mim desde 2002, e estou satisfeito porque estarei aqui tentando lutar por mais vitórias, campeonatos e para vencer as 500 Milhas Indianápolis nestes anos que virão", disse Dixon, que foi campeão da Indy pela Ganassi em 2003, 2008, 2013 e 2015, sendo que no segundo destes anos ele faturou a Indy 500, prova mais tradicional da categoria e uma das mais importantes do automobilismo mundial.

No último dia 29 de julho, o neozelandês completou 300 corridas na Indy na etapa de Mid-Ohio. Duas semanas antes, em Toronto, no Canadá, ele ganhou uma prova em Toronto e passou a contabilizar 44 vitórias na categoria, na qual em número de triunfos só está atrás de A.J. Foyt (67) e Mario Andretti (52).

E Dixon segue firme na busca para conquistar um histórico penta para ele na Indy. A quatro provas para o final do campeonato deste ano, ele está 46 pontos à frente do norte-americano Alexander Rossi, atual vice-líder pela equipe Andretti. A próxima corrida do calendário será neste domingo, em Pocono.

 
Mais conteúdo sobre:
automobilismo Fórmula Indy Scott Dixon

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.