Andreu Dalmau|EFE
Andreu Dalmau|EFE

Tetracampeão mundial de MotoGP, Marc Márquez renova com a Honda até 2020

Nos últimos cinco anos, piloto espanhol, de 25 anos, só não foi campeão na MotoGP em 2015

Estadão Conteúdo

26 de fevereiro de 2018 | 11h26

O tetracampeão mundial de MotoGP Marc Márquez permanecerá na Honda por mais duas temporadas. A equipe anunciou oficialmente nesta segunda-feira a renovação de contrato até o final de 2020 com o piloto espanhol de 25 anos.

+ Viñales renova com a Yamaha até o fim da temporada de 2020 da MotoGP

Márquez estreou na competição em 2013 já pela Honda. E logo em seu primeiro ano conseguiu se sagrar campeão do mundo. Também venceu em 2014 e 2016. "Estou muito feliz em continuar na equipe Honda na MotoGP. Tenho orgulho de correr por essa família e fico contente em saber que a Honda tem se esforçado ao máximo para sempre oferecer aquilo que eu necessito", comentou o piloto.

Com a conquista no final do ano passado, o espanhol se tornou o oitavo piloto da história a superar os três títulos na MotoGP. Também é o mais jovem a conseguir o feito. Desde que estreou na competição, ele só não conquistou o campeonato em 2015, quando terminou o ano em terceiro e viu Jorge Lorenzo ser o campeão.

"Preciso agradecer a todos que têm me dado apoio nesses anos. Os primeiros dois testes deste ano foram bons e, com meu contrato renovado, posso apenas focar nas corridas da nova temporada. Vou continuar correndo com alegria, dividindo meu trabalho com todos e fazendo o meu melhor. Obrigado", finalizou.

O presidente da Honda, Yoshishige Nomura, também se mostrou satisfeito com a renovação da principal revelação da MotoGP dos últimos anos. "Estou muito contente que Márquez vai continuar no nosso time", disse.

"Ele sempre vai ao limite, é um piloto maduro e tem dado à Honda muitos títulos. Pudemos anunciar a renovação do contrato rapidamente por causa de uma relação de confiança e de ter uma paixão mútua pela corrida. Tenho certeza que vamos oferecer toda a estrutura para ele poder apenas se concentrar nos testes finais antes do início da nova temporada", comentou.

A Honda, junto com as demais equipes da MotoGP, desembarcam nesta semana em Doha, no Catar para realizar os últimos testes antes do início da temporada. A primeira etapa de 2018 está programada para acontecer em 18 de janeiro, na cidade árabe.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.