Marcelo Machado de Melo/Stock Car
Marcelo Machado de Melo/Stock Car

Thiago Camilo e Ricardo Maurício vencem as corridas da 11ª etapa da Stock Car

Líder do campeonato, Gabriel Casagrande abre 25 pontos de vantagem na ponta da temporada antes da última etapa em Interlagos

João Paulo dos Santos, Especial para o Estadão

21 de novembro de 2021 | 15h06

A penúltima etapa da temporada 2021 da Stock Car, neste domingo, 21, em Santa Cruz do Sul (RS) teve Thiago Camilo e Ricardo Maurício como vencedores das corridas 1 e 2, mas quem mais comemora é o piloto Gabriel Casagrande, que abre vantagem na ponta do campeonato ao terminar na frente de Daniel Serra, vice-líder, nas duas provas do dia. Casagrande agora tem 336 pontos contra 311 de Serra.

Após fazer a pole position no sábado, 21, Thiago Camilo venceu com tranquilidade a corrida 1 da 11ª etapa. De ponta a ponta, o experiente piloto não sofreu ameaças reais durante os 30 minutos da primeira corrida. Júlio Campos em 2º e Allam Khodair em 3º completaram o pódio.

Em corrida cautelosa dos pilotos, as maiores emoções ficaram por conta dos líderes do Campeonato, Gabriel Casagrande e Daniel Serra, que largaram em 5º e 4º, respectivamente. O líder pressionou Serra por metade da prova até a parada dos boxes, onde conseguiu a ultrapassagem na saída emocionante do pit stop, com os pilotos chegando lado a lado e tocando portas até Casagrande conseguir conquistar a 4ª posição, e fechar a corrida nessa posição.

Após o realinhamento do grid invertendo as 10 primeiras posições finais da primeira corrida, a segunda prova foi marcada por mais emoções, e batidas, com direito a duas entradas de Safety Car na pista e uma emocionante prova de recuperação de Ricardo Maurício que teve um pneu furado na corrida 1, e venceu a corrida 2 após largar na 28ª posição.

O único piloto a completar todas as corridas desta temporada, Rafael Suzuki fez também ótima estratégia na corrida 2 e terminou em segundo lugar, após fechar a corrida 1 em 23º. Rubens Barrichello, que levantou o público com ótimas ultrapassagens, completou o pódio da segunda prova do dia.

Na corrida 2, o líder do campeonato, Gabriel Casagrande conseguiu mais uma vez terminar a frente de Daniel Serra, fechando em 6º, com Serra em 10º e aumentando a diferença na ponta da temporada para 25 pontos. A grande final será disputada no Autódromo de Interlagos, no dia 12 de dezembro.

A Corrida 1

A corrida 1 da 11ª etapa da Stock Car começou com os pilotos, e a direção de prova, cautelosos. Com a largada dada no segundo semáforo os carros não arriscaram manobras mirabolantes e nas primeiras posições apenas teve troca de posição com Allam Khodair tomando a vice-liderança de Júlio Campos. Thiago Camilo manteve a ponta, enquanto os líderes do campeonato, Gabriel Casagrande e Daniel Serra mantiveram suas posições, 5º e 4º respectivamente.

Enquanto Thiago Camilo mantinha a liderança tranquilamente, as emoções ficavam por conta dos líderes que seguiam colados, com Ricardo Maurício, companheiro de equipe de Serra, apertando na disputa dos três carros, até ter o pneu furado e ver a corrida perdida.

Com a vantagem de estar na frente do campeonato com 19 pontos de vantagem, Casagrande não forçou ultrapassagens arriscadas para cima de Daniel Serra, mas sem deixar o tricampeão abrir vantagem, chegando até a dar um leve toque na traseira do adversário.

Com 8 voltas completadas, era hora da parada obrigatória nos boxes e do trabalho em equipe fazer a diferença, e foi o que aconteceu. Daniel Serra parou primeiro enquanto Casagrande parou na volta seguinte. Na saída do líder do campeonato dos boxes, ele e Serra chegaram lado a lado, chegando a baterem portas, mas com Casagrande conseguindo a ultrapassagem e tomando a 4ª posição do vice-líder do campeonato.

A parada nos boxes também favoreceu Júlio Campos que com ótima parada, muito comemorada pela equipe, retomou a segunda posição de Allam Khodair. Campos até pressionou na última volta, mas Thiago Camilo se manteve tranquilo na liderança, de ponta a ponta, até ganhar a corrida 1.

A corrida 2

Após a inversão dos 10 primeiros colocados da corrida 1, a segunda prova do dia contou com mais emoção, logo na largada os carros foram para o ataque, com Rubens Barrichello tentando tomar a liderança de Pedro Cardoso que conseguiu segurar o ex-Fórmula. Gabriel Casagrande que largou em 7º após fechar a primeira corrida em 4º, ganhou duas posições e pulou para a quinta posição, enquanto Daniel Serra perdeu duas posições e caiu para 8º e ainda tocou em Christian Hahn que saiu da pista e provocou a entrada do Safety Car.

Após a relargada, a disputa por posições continuou com Casagrande chegando a tomar a 4ª posição, mas as emoções são interrompidas novamente após toque na disputa entre Cesar Ramos e Felipe Lapenna, que fez o segundo piloto ir para na proteção da pista, e obrigando o Safety Car a entrar no circuito mais uma vez. Enquanto isso, Ricardo Maurício ia escalando posições e já se encontrava na 13ª colocação da prova.

Após mais uma relargada, Rubinho continuou a atacar Pedro Cardoso até conseguir a ultrapassagem no piloto que toca com Lucas Foresti e vai para a grama, mas dessa vez sem provocar nova entrada do Sefety Car, mas a parada dos boxes prometia mudar toda a corrida.

Após as equipes executarem suas estratégias nos boxes, Ricardo Maurício e Rafael Suzuki foram os grandes contemplados da corrida 2. Os pilotos assumiram a liderança após as paradas, com Casagrande e Rubinho disputando a terceira colocação, que ficou com Barrichello. 

Casagrande ainda viu seu carro perder força em comparação com pilotos que trocaram mais pneus e caiu para 6ª colocação ao final da prova, mas nada que atrapalhasse o verdadeiro objetivo do piloto que era fechar a frente de Daniel Serra, seu principal adversário na disputa pelo título. Serra que não conseguiu se recuperar na corrida 2, finalizou a prova em 10º, vendo Casagrande abrir 25 pontos na ponta do campeonato ao final da etapa.

Confira os resultados extraoficiais da 11ª etapa:

Corrida 1

1 Thiago Camilo (Ipiranga Racing/Corolla)

2 Julio Campos (Lubrax Podium Stock Car Team/Cruze) a 0.457

3 Allam Khodair (Blau Motorsport/Cruze) a 2.380

4 Gabriel Casagrande (AMattheis Vogel Motorsport/Cruze) a 12.285

5 Daniel Serra (Eurofarma-RC/Cruze) a 17.019

6 Galid Osman (Shell V-Power/Cruze) a 19.637

7 Diego Nunes (Blau Motorsport/Cruze) a 20.549

8 Lucas Foresti (KTF Sports/Cruze) a 21.109

9 Rubens Barrichello (Full Time Sports/Corolla) a 23.828

10 Pedro Cardoso (KTF Racing/Cruze) a 27.861

11 Ricardo Zonta (RCM Motorsport/Corolla) a 28.022

12 Valdeno Brito (Hot Car Competições/Cruze) a 49.405

13 Átila Abreu (Shell V-Power/Cruze) a 1:27.111

14 Denis Navarro (Cavaleiro Sports/Cruze) a 1:42.705

15 Cacá Bueno (Crown Racing/Cruze) a 1 Volta

16 Felipe Lapenna (Hot Car Competições/Cruze) a 1 Volta

17 Felipe Massa (Lubrax Podium Stock Car Team/Cruze) a 1 Volta

18 Christian Hahn (Blau Motorsport II/Cruze) a 1 Volta

19 Cesar Ramos (Ipiranga Racing/Corolla) a 1 Volta

20 Marcos Gomes (Cavaleiro Sports/Cruze) a 1 Volta

21 Guilherme Salas (KTF Sports/Cruze) a 1 Volta

22 Matias Rossi (Full Time Sports/Corolla) a 1 Volta

23 Rafael Suzuki (Full Time Bassani/Corolla) a 1 Volta

24 Beto Monteiro (Crown Racing/Cruze) a 1 Volta

25 Tony Kanaan (Full Time Bassani/Corolla) a 1 Volta

26 Gaetano di Mauro (KTF Racing/Cruze) a 4 Voltas

27 Gustavo Frigotto (RKL Competições/Cruze) a 7 Voltas

Não completaram

Ricardo Mauricio (Eurofarma-RC/Cruze)

Sergio Jimenez (Scuderia CJ/Corolla)

Guga Lima (AMattheis Vogel Motorsport/Cruze)

Bruno Baptista (RCM Motorsport/Corolla)

Corrida 2

1 Ricardo Mauricio (Eurofarma-RC/Cruze)

2 Rafael Suzuki (Full Time Bassani/Corolla) a 3.800

3 Rubens Barrichello (Full Time Sports/Corolla) a 9.420

4 Denis Navarro (Cavaleiro Sports/Cruze) a 10.684

5 Ricardo Zonta (RCM Motorsport/Corolla) a 10.957

6 Gabriel Casagrande (AMattheis Vogel Motorsport/Cruze) a 11.904

7 Bruno Baptista (RCM Motorsport/Corolla) a 12.824

8 Allam Khodair (Blau Motorsport/Cruze) a 14.255

9 Thiago Camilo (Ipiranga Racing/Corolla) a 14.531

10 Daniel Serra (Eurofarma-RC/Cruze) a 14.772

11 Átila Abreu (Shell V-Power/Cruze) a 17.432

12 Galid Osman (Shell V-Power/Cruze) a 17.745

13 Pedro Cardoso (KTF Racing/Cruze) a 18.661

14 Diego Nunes (Blau Motorsport/Cruze) a 18.828

15 Marcos Gomes (Cavaleiro Sports/Cruze) a 18.935

16 Gustavo Frigotto (RKL Competições/Cruze) a 32.824

17 Tony Kanaan (Full Time Bassani/Corolla) a 1 Volta

18 Lucas Foresti (KTF Sports/Cruze) a 1 Volta

19 Cesar Ramos (Ipiranga Racing/Corolla) a 2 Voltas

Não completaram

Guga Lima (AMattheis Vogel Motorsport/Cruze)

Felipe Lapenna (Hot Car Competições/Cruze)

Gaetano di Mauro (KTF Racing/Cruze)

Guilherme Salas (KTF Sports/Cruze)

Felipe Massa (Lubrax Podium Stock Car Team/Cruze)

Beto Monteiro (Crown Racing/Cruze)

Cacá Bueno (Crown Racing/Cruze)

Julio Campos (Lubrax Podium Stock Car Team/Cruze)

Valdeno Brito (Hot Car Competições/Cruze)

Christian Hahn (Blau Motorsport II/Cruze)

Matias Rossi (Full Time Sports/Corolla)

Sergio Jimenez (Scuderia CJ/Corolla)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.