Toronto dividida entre Indy e Jogos

Os pilotos, os carros e toda a caravana da Indy já chegaram, mas Toronto ainda não entrou totalmente no clima da velocidade. Afinal, vive a expectativa de ser escolhida como sede dos Jogos Olímpicos de 2008. Nesta sexta-feira, enquanto serão realizados os primeiros treinos livres para a nona etapa do Mundial de Fórmula Indy, nas ruas de Toronto, a população da cidade canadense estará atenta ao outro lado do mundo, na Rússia, onde disputa com Paris, Pequim, Istambul e Osaka o direito de abrigar a Olimpíada. Quem anda pelas ruas de Toronto logo percebe o esforço da cidade para sediar os Jogos de 2008. Há menções à candidatura em todos os cantos. É fácil encontrar moradores conversando sobre o tema em bares e restaurantes. A representante canadense não é a favorita na eleição do Comitê Olímpico Internacional (COI), mas tem chances de surpreender a chinesa Pequim e a francesa Paris. Apesar de toda a propaganda olímpica, a Indy, de mansinho, vai ganhando seu espaço e a atenção local. Nesta sexta-feira, acontecem os treinos livres, com as equipes tendo que se adaptar à mudança feita pela Cart esta semana: os carros não poderão usar o espaçador na base da válvula pop off. Sábado tem a definição do grid de largada e domingo, a partir das 14 horas (horário de Brasília), acontece a corrida. Como é verão no Hemisfério Norte e o tempo está ótimo em Toronto, com muito sol e calor, a expectativa é de casa cheia na prova de domingo. Se a cidade canadense for mesmo a escolhida pelo COI como sede dos Jogos, será uma boa oportunidade para a população local comemorar. Caso contrário, nada melhor do que uma disputada corrida da Indy para esquecer a derrota.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.