Traçado do circuito do Bahrein pode 'induzir a erros', diz Sebastian Vettel

Tricampeão mundial tem opinião diferente da do companheiro de equipe, Mark Webber

AE, Agência Estado

16 de abril de 2013 | 18h17

KUALA LUMPUR - Com a autoridade de quem venceu a prova no ano passado, Sebastian Vettel fez nesta terça-feira uma projeção para o GP do Bahrein de Fórmula 1, que será disputado no domingo. O atual tricampeão mundial da categoria não escondeu que gosta do traçado do circuito, mas alertou que as curvas podem "induzir os pilotos a erros".

"O circuito no Bahrein? As curvas podem induzir a erros porque a pista é muito aberta e muitas vezes o ápice de velocidade da curva não é óbvio. Por exemplo, o ápice da curva 14 é indecifrável até você se aproximar", avaliou o piloto da Red Bull.

Companheiro de Vettel na equipe austríaca, Mark Webber fez uma análise diferente da do alemão. O australiano apontou que a pista traz diversas mudanças de velocidade, mas apontou estas alterações como ponto positivo.

"Gosto do último setor do circuito, as curvas 12 e 13, na parte alta, é uma boa parte da volta. É um pouco mais rápida, porque o resto da pista é um pouco devagar, não muito emocionante. Há também algumas voltas rápidas que são recompensadoras", declarou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.