André Lessa/AE
André Lessa/AE

Treino na manhã de sábado abre a etapa de SP da F-Indy

Desafio dos pilotos é encontrar o acerto o mais rápido possível, pois o treino que define o grid será à tarde

Milton Pazzi Jr., estadao.com.br

12 de março de 2010 | 20h33

O circuito do Anhembi passa a ser verdade na manhã deste sábado, quando a pista estará totalmente montada e acontecem os treinos livres e a definição do grid de largada para a etapa de São Paulo da Fórmula Indy. A ansiedade dos torcedores é grande, mas dos pilotos é ainda maior: todos querem saber qual a real condição de seus carros e, consequentemente, a chance de vitória.

O primeiro treino livre começa às 9 horas, e deve ter fila de carros à espera da abertura da pista. Como a ondulação do asfalto preocupa, todos querem sentir o mais rápido possível as condições da pista para ganhar tempo nos ajustes. As simulações e reuniões realizadas pelas equipes até esta sexta-feira podem não ter servido para quase nada.

"Eu serei o primeiro a ir para a pista. O treino será fundamental para tentar a melhor configuração e o tempo é curto", afirma Tony Kanaan. "Só dá para saber mesmo o que fazer com o carro na pista. Temos o melhor acerto possível para o começo", garante Mario Moraes. Mario Romancini emenda: "O primeiro treino é fundamental para mim. Espero não estar tão longe do ideal."

MAIS RÁPIDOS

VEJA TAMBÉM:
lista F-INDY - Todas as notícias da categoria
especial MERCADO - Quem deve correr em SP
blog BATE-PRONTO - Bastidores da prova
video TV ESTADÃO - Tony Kanaan explica como será uma volta pelo circuito
O ajuste aos que os pilotos se preocupam envolvem principalmente amortecedor, já que ele é quem diminui o impacto será causado pelas ondulações. A primeira sessão de treinos terá 1h15. Depois dela, correria para ajustes visando o segundo treino livre, das 12h30 às 13h30.

O grid de largada está previsto para começar às 15h30, e deve ter 1h30 de duração. São três partes. Na primeira, os carros são divididos em dois grupos, com 20 minutos em busca do melhor tempo. Os seis mais rápidos de cada grupo vão à segunda sessão. Os que sobram ocupam da 13.ª posição à 25.ª.

Na segunda sessão, os 12 pilotos tem 15 minutos para fazer o melhor tempo. Os seis melhores novamente avançam, e os que sobram ocupam da sétima à 12.ª posição. Na última sessão, são dez minutos para os seis pilotos cravarem o melhor tempo, que será do pole position - que já ganha um ponto de bonificação na classificação do campeonato.

No domingo, todos terão meia hora (a partir das 9 horas) de pista aberta com o último treino livre. A corrida tem largada prevista para as 13 horas, para 75 voltas nos 4.180 metros do circuito de rua. Com previsão de sol e calor, com chance de chuva.

Leia mais:

video TV ESTADÃO - Carros prontos na véspera para os treinos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.