Trulli ofusca concorrentes ao título da F1

Quem esperava assistir a um duelo entre os três pilotos que estão disputando o titulo da Fórmula 1, acabou se frustrando nesta sexta-feira, no primeiro dia de treinos para o GP dos Estados Unidos, a penúltima etapa da temporada. Afinal, o italiano Jarno Trulli, da Renault, foi sempre o mais veloz, nas duas sessões do dia. Além disso, Michael Schumacher, Juan Pablo Montoya e Kimi Raikkonen foram superados por seus companheiros de equipe, respectivamente, Rubens Barrichello, Ralf Schumacher e David Coulthard.O show não foi de Schumacher, Montoya ou Raikkonen, mas de Trulli.Nas duas horas extras de treino da Renault, Jaguar, Jordan e Minardi, possível porque essas equipes só realizam 20 dias de treinamento privado por ano, o italiano completou 43 voltas, sempre com pista seca, e fez 1m10s986, o melhor dos 11 pilotos envolvidos. Depois, na sessão livre aberta a todos, Trulli aproveitou-se bem de ter encontrado um bom acerto para o modelo RS23 e estabeleceu a melhor marca de novo, com 1m11s153. Para completar o dia, o piloto da Renault acabou privilegiado pelo fato de chover na última meia hora da sessão livre, o que impediu os pilotos dos principais times de encontrarem um bom acerto para seus carros, e registrou 1m09s566, tempo recorde, bem melhor que o anterior, de Schumacher para a pole position da corrida, 1m10s790."Sabíamos que seria bem mais eficientes que em Monza, mas me surpreendi com nossa adaptação ao circuito, embora o que conte mesmo seja amanhã e domingo", afirmou Trulli.Foi um treino atípico na explicação de Rubinho, segundo colocado diante do oitavo tempo de Schumacher, seu companheiro na Ferrari. Na Williams, Ralf foi quarto, contra o quinto lugar de Montoya. E na McLaren, Coulthard ficou em sexto, enquanto Raikkonen foi o 9º. "A diferença minha para o Schumacher não é de nove décimos. Ele pegou pista suja, escorregou na curva 2, enquanto para mim as condições eram melhores", reconheceu o piloto brasileiro.Schumacher lembrou, de novo, seu papel de ?vassoura?. "Por ser o primeiro a marcar tempo, varri a pista para os outros mais uma vez. Até que a oitava colocação não é ruim", explicou o alemão.Montoya lamentou a chuva em Indianápolis. "Tivemos meia hora para acertar o carro. Na minha volta lançada, por exemplo, brequei antes do que poderia para se ter uma idéia de como não tinha a Williams na mão", revelou o colombiano. Mas ele ressaltou: "Fui o melhor dos três que lutam pelo título."Raikkonen não demonstrou preocupação com o 9º tempo, a um segundo e um décimo de Trulli. "Eu não tive uma boa volta e meu momento na pista também não foi o melhor. O importante é que, mesmo treinando pouco por causa da chuva, a McLaren se mostrou bem mais eficiente aqui", disse o finlandês.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.