Trulli: "Venci Michael Schumacher na pista"

"Venci Michael Schumacher na pista". Estas foram algumas das primeira palavras do italiano Jarno Trulli após vencer o GP de Mônaco neste domingo. Apesar do alemão da Ferrari ter abandonado a prova, o piloto da Renault fez questão de lembrar que foi sempre melhor, desde a conquista da pole até cruzar a linha de chegada em primeiro lugar."Esperei tanto tempo, essa vitória é muito importante para mim", afirmou Trulli, emocionado. Era a sua 119ª participação numa prova da Fórmula 1. "Já passei momentos bem difíceis aqui e só sendo muito forte se consegue revertê-los, como agora." O piloto de 29 anos tinha a renovação de seu contrato com a Renault em xeque, mas agora, com o resultado, parece pouco provável que Flavio Briatore, diretor geral da equipe, mude em seus pilotos - o outro é o espanhol Fernando Alonso. "Desde o primeiro treino compreendi que tínhamos carro para vencer aqui em Mônaco", falou Trulli.As declarações do vencedor são reveladoras das pressões que os times da Fórmula 1 vêm sofrendo para tentar quebrar a hegemonia da dupla Schumacher/Ferrari. "Sei que estamos falando de uma pista particular, como esta, mas realmente espero interromper um pouco o domínio de Michael Schumacher e da Ferrari. Todos nós desejamos vencê-los", disse Trulli. Curiosamente, Trulli previu o acidente entre Michael Schumacher e Juan Pablo Montoya, da Williams, na 41ª volta, dentro do túnel, com o safety car na pista. "Três curvas antes, na Mirabeau, vi que Schumacher freava forte para esquentar os freios e por muito pouco ele e Montoya não bateram. Fiquei um pouco mais para trás para evitá-los e deu certo", revelou. Nas voltas finais, Trulli sofreu pressão de Jenson Button, o segundo colocado da prova, que se aproximou perigosamente - a diferença entre os dois foi de 0s497. "Eu já tive tantos azares na minha carreira que, como aqui ninguém passa ninguém, decidi administrar a minha vantagem, por isso o Button chegou perto", admitiu o itialiano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.