Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Tufão frustrou circo da Fórmula 1

Normalmente, as populações celebram quando um tufão de intensidade respeitável desvia de sua rota original e poupa uma região de suas costumeiras destruições. Com o Taifu 22, previsto para atingir Suzuka no sábado, aconteceu ao contrário. Nunca tantas pessoas, todas ligadas de alguma forma à Fórmula 1, se sentiram tão frustradas por não presenciarem a sua passagem pela cidade. Todos se prepararam tanto para recebê-lo, até a programação do GP do Japão foi cancelada, mas ele não apareceu no local - desviou para Tóquio.Era visível, neste domingo, o desapontamento nos boxes do circuito de Suzuka. "Seria uma experiência única", disse um importante dirigente de equipe, por incrível que pareça, como semblante triste."Tivemos um dia bem diferente, nunca vivemos nada igual", afirmou Michael Schumacher, sobre o sábado. Os pilotos, todos instalados no hotel do circuito, diante da ausência de atividades na pista, por causa do tufão, jogaram futebol, boliche, cartas e até gamão. "Foi divertido", admitiu Rubens Barrichello.

Agencia Estado,

10 de outubro de 2004 | 14h38

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.