Srdjan Suki/EFE
Srdjan Suki/EFE

'Últimas corridas não foram boas para mim', diz Schumi

Heptacampeão mundial acredita em evolução na Mercedes e espera bom resultado no GP da China

EFE,

09 de abril de 2010 | 10h32

O alemão Michael Schumacher, da Mercedes, espera melhorar no GP da China e admite que as duas últimas corridas do Mundial de Fórmula 1 não foram muito boas para ele. O heptacampeão mundial ficou com o sexto lugar em sua reestreia na categoria no Bahrein, mas foi apenas décimo na Austrália e abandonou na Malásia.

"Admito que não tive sorte nas últimas provas, mas sei quais foram os motivos. Sei como funcionam as coisas na Fórmula 1", disse Schumacher em declarações distibuidas pela escuderia.

"Se analisar detalhadamente essas duas corridas, acho que tudo está indo conforme planejado. Só se pode melhorar passo a passo e estou confiante de que vamos conseguir", calculou o alemão.

"A afeição pela Mercedes Benz e o apoio dos torcedores na China é muito grande. O GP em Shangai do próximo final de semana representa um atrativo para nós. Estou confiante que os fãs não sairão decepcionados do circuito", concluiu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.