Antonio Garcia / EFE
Antonio Garcia / EFE

Uma semana após cirurgia, Pedrosa vai aos EUA para correr etapa da MotoGP

Piloto espanhol sofreu fratura no punho da mão direita em prova na Argentina

Estadao Conteudo

17 de abril de 2018 | 15h14

A fratura sofrida no punho direito não deverá tirar Dani Pedrosa da terceira prova da temporada 2018 da MotoGP. Embora a própria Honda tenha confirmado que o espanhol não está plenamente recuperado da cirurgia a que foi submetido há uma semana, a equipe confirmou nesta terça-feira a presença do espanhol na etapa das Américas, que vai ser disputada no próximo fim de semana

+ Barrichello revela que retirou tumor descoberto em exames motivados por AVC

Pedrosa se lesionou na etapa da Argentina, que foi realizada em 8 de abril. E após a cirurgia, a equipe e seu piloto não estipularam um prazo para a recuperação do espanhol. Mas nesta terça a Honda confirmou a presença do espanhol no circuito de Austin no fim de semana para tentar participar da prova de domingo.

"Depois de passar por uma cirurgia bem-sucedida no punho direito há uma semana, Dani Pedrosa já começou seu período de reabilitação e embora obviamente ainda não esteja 100%, vai se juntar a Marc Marquez nos Estados Unidos para tentar participar da terceira etapa do Mundial de MotoGP em Austin", afirmou a Honda através de um comunicado oficial.

De acordo com Pedrosa, sua condição está em evolução. "Desde a operação, comecei a me sentir um pouco melhor a cada dia. Eu tenho feito exercícios para ganhar mobilidade e reduzir a inflamação. Pouco a pouco estou recuperando o tônus muscular, e isso me permite ver algum progresso. A partir daí, é difícil saber as nossas possibilidades reais", disse.

O espanhol da Honda, porém, destacou que só saberá se vai ter condições de participar da etapa das Américas e de ser competitivo quando pilotar a sua moto. Mas destacou que "vale a pena" tentar correr em Austin. "Nós estamos indo para uma pista difícil e até que eu esteja de volta na minha moto, não terei condições de realmente conhecer a minha situação. Mas o que está claro para mim neste momento é que vale a pena viajar e tentar", afirmou.

Com um sétimo lugar e um abandono, Pedrosa é o 12º colocado em um campeonato liderado pelo britânico Cal Crutchlow. As atividades da etapa das Américas se iniciam na sexta-feira, quando serão realizados dois treinos livres, sendo o primeiro deles às 11h55 (horário de Brasília). A largada para a terceira prova do campeonato será às 16 horas de domingo.

Tudo o que sabemos sobre:
MotoGP [motovelocidade]Daniel Pedrosa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.