Valdeno Brito vence Corrida do Milhão na Stock Car

O paraibano Valdeno Brito, da Medley/A. Mattheis, foi o vencedor da sétima etapa da Stock Car, também chamada de Corrida do Milhão, neste domingo, no circuito de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro. Foi a primeira vitória na carreira do piloto, que vai embolsar US$ 1 milhão (R$ 1,6 milhão)."É o momento mais importante da minha vida. Sempre acreditei na vitória. Quero dedicar esta conquista a Jesus Cristo, que me trouxe das trevas e me levou para a luz", afirmou Valdeno, que largou em terceiro no grid. Luciano Burti, da Sky Racing, e Marcos Gomes, companheiro de equipe do vencedor da prova, também subiram no pódio.Considerada mais difícil que as corridas tradicionais da Stock Car por exigir mais dos pneus e dos carros nos 25 minutos a mais de prova, a Corrida do Milhão foi considerada um desafio para as equipes. "Foram 75 dias de preparação intensiva. Trabalhamos muito para isso", afirmou Andreas Mattheis, diretor-técnico da Medley/A.Mattheis. A primeira vitória de Valdeno começou a ser delineada na volta 40, quando Cacá Bueno, que largou na pole position, teve problemas mecânicos após reabastecer o carro. Em seguida, Bueno perdeu posições e foi ultrapassado pelo paraibano a cinco voltas do fim. A nota triste do dia foi uma explosão de um botijão de nitrogênio, antes do início da corrida. O acidente feriu três pessoas, que apresentaram fraturas expostas e foram levadas ao hospital Lorenço Jorge. De acordo com o médico responsável pelas instalações do circuito, Dino Alves, as vítimas não correm risco de morte. Os pilotos voltam às pistas no dia 13 de setembro, no circuito Ayrton Senna, em Londrina, no Paraná, para a disputa da oitava etapa da competição. Confira os dez primeiros colocados na prova de 47 voltas:1.º - Valdeno Brito, 1h09min22s198 2.º - Luciano Burti, 8s8913.º - Marcos Gomes, 13s9394.º - Thiago Camilo, 19s0425.º - Alceu Feldmann, 21s5316.º - Allam Khodair, 24s4937.º - David Muffato, 25s5478.º - Ingo Hoffmann, 32s4789.º - Cacá Bueno, 39s56110.º - Atila Abreu, 41s249

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.