Divulgação
Divulgação

Van der Garde obtém recurso e pode correr na equipe de Nasr na F-1

Com a decisão da corte australiana, holandês terá um lugar cativo

Estadão Conteúdo

10 Março 2015 | 22h01

Faltando apenas três dias para o início da temporada 2015 da Fórmula 1, o piloto Giedo Van der Garde obteve recurso na Justiça contra a Sauber, do brasileiro Felipe Nasr, para estar no grid do GP da Austrália, no fim de semana. Com a decisão de uma corte australiana, a equipe terá que ceder um lugar ao holandês em Melbourne.

A Sauber ainda não acionou a Justiça local para anular a decisão favorável a Van der Garde. Se não conseguir revertê-la, não está claro quem perderia a vaga na primeira corrida do ano, o brasileiro ou o sueco Marcus Ericsson. Nasr é estreante na categoria, enquanto Ericsson correu pela Caterham no ano passado.

"Estamos desapontados com esta decisão e agora precisamos de tempo para compreender o que ela significa e o impacto que poderá causar ao time neste começo de temporada. Não podemos colocar em perigo a segurança de nossa equipe, ao contar com um piloto despreparado no nosso carro", registrou a Sauber, em nota.

O conflito entre Van der Garde e a Sauber teve início no fim do ano passado, quando a equipe anunciou Nasr e Ericsson para o Mundial de 2015. Tanto o holandês quanto o alemão Adrian Sutil tinham contratos para mais um ano na equipe. A Sauber, contudo, alegou que havia brechas nos documentos que permitiam a contratação de novos pilotos para 2015.

Desde então, o holandês tenta recuperar seu espaço na Sauber na Justiça. Ele já acionou uma corte na Suíça e agora apelou à Justiça australiana para reaver seu posto no time para a primeira prova da temporada, no próximo domingo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.