Mark Thompson/AFP
Mark Thompson/AFP

Vencedor do GP do Brasil em 2014, Rosberg exibe empolgação

'Estou cheio de energia para chegar em São Paulo', diz piloto

Estadão Conteúdo

10 Novembro 2015 | 11h20

Com o título do Mundial conquistado por antecipação por Lewis Hamilton, a Fórmula 1 chega ao GP do Brasil sem grandes disputas aos olhos do público, até pelo fato de que o Mundial de Construtores também já foi assegurado pela Mercedes. O alemão Nico Rosberg, porém, exibiu empolgação ao falar sobre como será reencontrar o circuito de Interlagos, em São Paulo, onde no ano passado ele ficou com a vitória e a pole position no treino classificatório para o grid de largada.

Vice-líder do Mundial, Rosberg ganhou a prova passada da temporada, no México, e espera voltar a causar boa impressão depois de ter decepcionado no GP dos Estados Unidos, onde errou feio no final da corrida e acabou entregando o título antecipado de bandeja para Hamilton.

"Estou realmente cheio de energia para chegar em São Paulo e voltar para a pista depois de um grande final de semana no México. Para começar, Interlagos é uma das corridas clássicas do calendário. É um circuito complicado, que é realmente um grande desafio para o piloto, com uma abundância de oportunidades de ultrapassagem e tempo maluco, que sempre o torna uma corrida cheia de emoções", afirmou o alemão.

Em seguida, o piloto garantiu estar motivado para voltar a vencer em São Paulo no próximo domingo, embora tenha como único objetivo maior neste final de temporada apenas assegurar a vice-liderança do Mundial - ele está 21 pontos à frente de Sebastian Vettel, da Ferrari, a duas provas para o final do campeonato.

"Tenho boas memórias do Brasil. Fui normalmente muito rápido lá e no ano passado travei uma boa batalha com Lewis (que terminou em segundo lugar)", lembrou Rosberg, para depois reforçar: "Permanecer no topo após uma vitória suada, seguindo os passos de muitos grandes pilotos que venceram lá e com o apaixonado público brasileiro torcendo, foi um grande sentimento. Adoraria ter essa experiência de novo, então o objetivo é trazer outra boa apresentação aos torcedores e levar a minha forma do México para esta corrida".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.