REUTERS/Molly Darlington
REUTERS/Molly Darlington

Verstappen critica frase de Piquet sobre Hamilton, mas faz ressalva: 'Não é racista'

Genro do tricampeão mundial de Fórmula 1, piloto holandês diz que não falará com o brasileiro sobre o tema

Redação, O Estado de S.Paulo

30 de junho de 2022 | 20h01

Max Verstappen se pronunciou nesta quinta-feira sobre o uso por Nelson Piquet de uma expressão racista para se referir a Lewis Hamilton. O namorado de Kelly Piquet fez críticas à fala do sogro, mas disse que ele não é racista e se mostrou contrário à ideia de banimento do ex-piloto brasileiro do paddock da Fórmula 1.

“Acho que as palavras usadas, embora, é claro, com diferentes tipos de culturas e coisas que eles disseram quando eram pequenos e mais jovens, não estavam corretas. Que seja uma lição para o futuro não usar essa palavra, porque é muito ofensiva e, principalmente, hoje em dia, ganha mais força", explicou Verstappen em entrevista ao site Motorsport. O holandês reforçou que seu convívio com Nelson Piquet, apesar de curto, mostrou que o brasileiro não é racista.

"Passei um pouco de tempo com Nelson, acho que mais do que a média das pessoas em geral, e ele definitivamente não é racista. Ele é realmente um cara muito legal e descontraído, e tenho certeza de que a declaração que ele divulgou, creio que você pode ver a palavra de duas maneiras. Mas acho que ainda é melhor não usá-la”, ressaltou o atual campeão mundial.

Apesar de considerar as falas de Nelson Piquet inadequadas e condenar o uso de expressões racistas, Verstappen afirmou que não se envolverá na polêmica, tampouco fará contato com o sogro para tratar do tema.

"Eu não vou ligar para ele e dizer: ‘Cara, isso não está correto’. Acho que ele mesmo sabe disso. Ele já disse em seu depoimento, acho que ele percebeu que usou a palavra errada, então quem sou eu para ligar para ele? Eu não acho que vai mudar nada, de qualquer maneira. Como ele disse, isso pode ser interpretado de duas maneiras, e é claro que as pessoas percebem o lado ruim e isso fica realmente fora de proporção, porque eu conheço Nelson pessoalmente”, complementou Verstappen.

A Fórmula 1 volta a se reunir neste fim de semana para a realização do Grande Prêmio da Grã-Bretanha, em Silvertone. A corrids acontece no domingo, às 11h. Líder do mundial de pilotos, Max Verstappen quer somar mais uma vitória na luta pelo bi.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.