Johannes Eisele / AFP
Johannes Eisele / AFP

Verstappen defende manobra e rebate Hamilton: 'É fácil culpar o jovem piloto'

Holandês diz não ter conversado com britânico desde o incidente

Estadão Conteúdo

12 de abril de 2018 | 12h06

A polêmica envolvendo Max Verstappen e Lewis Hamilton chegou até a China. Na véspera do início das atividades da terceira etapa da temporada 2018 da Fórmula 1, o holandês rebateu o britânico, que o criticou pelo incidente em que se envolveram no GP do Bahrein, dizendo ser mais fácil criticar e responsabilizar o "jovem piloto".

+ Após acidente grave, FIA investigará equipamento usado para troca de pneus na F-1

+ Mecânico da Ferrari atropelado por Raikkonen passa bem após cirurgia na perna

Logo nas primeiras voltas da prova realizada no último domingo, Verstappen ultrapassou Hamilton com uma manobra arriscada, mas acabou ficando com um dos pneus furados após eles se tocarem. A situação irritou o tetracampeão mundial, que apontou ver no rival falta de maturidade e de respeito pelos adversários.

Verstappen não recuou nesta quinta-feira em Xangai, durante entrevista coletiva prévia ao GP da China, e defendeu sua manobra e estilo de pilotagem. Ele disse que Hamilton estava fazendo dele um bode expiatório por ser jovem - tem 20 anos.

"É muito simples e fácil culpar o jovem piloto", afirmou Verstappen. "Essa é a única maneira como posso ver isso. Como eu disse, essas coisas acontecem. Não há razão para eu mudar alguma coisa. Isso é corrida", acrescentou. "Às vezes funciona. Às vezes, não. Você pode dizer o que quiser sobre o incidente. Eu tinha uma chance ali. Não foi nada louco, nada arriscado. Infelizmente desta vez não deu certo", concluiu.

Verstappen disse que não conversou com Hamilton desde o incidente. Ele assegurou que poderia fazê-lo, mas apenas "se for realmente necessário". Apenas alguns minutos depois dessa declaração, os dois apertaram as mãos no paddock como uma tentativa de selar a paz, ao menos oficialmente.

Isso, porém, não diminuirá a tensão para o GP da China no domingo, ainda mais que ambos não tiveram o começo de campeonato imaginado. Hamilton é o segundo colocado no Mundial de Pilotos, a 17 pontos do líder Sebastian Vettel, que venceu as duas provas disputadas, e Verstappen está com apenas oito pontos, na décima posição.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.