Nicolas Tucat/ EFE
Nicolas Tucat/ EFE

Verstappen diz foi 'fácil' ultrapassar Hamilton para vencer o GP da França

Tática da Red Bull de fazer uma parada a mais e usar compostos mais rápidos garantiu vitória em Le Castellet

Redação, Estadão Conteúdo

20 de junho de 2021 | 16h22

Max Verstappen largou na pole position neste domingo, durante a disputa do GP da França de Fórmula 1, foi ultrapassado por Lewis Hamilton, mas conseguiu retomar a ponta na parada de boxes. Mais tarde, por estratégia da equipe, o holandês voltou ao pit lane para colocar pneus novos e retomou o primeiro lugar na penúltima volta, graças a uma ultrapassagem que, segundo o próprio piloto da Red Bull, foi fácil de ser concretizada. Em entrevista após a vitória, Verstappen atribuiu a facilidade às duas paradas feitas por ele e ao desgaste dos pneus do rival.

A segunda parada, feita na volta 32, fez toda a diferença para a vitória do piloto da Red Bull, que voltou para a pista com pneus macios. Diante disso, como faltavam 20 voltas, Hamilton e a Mercedes chegaram à conclusão de que não poderiam seguir a mesma estratégia dos rivais, pois zerariam as chances de vitória.

"Optamos pela estratégia de duas paradas e eu fiquei tipo, 'vamos ver se vai funcionar', porque nunca sabemos ao certo. Quando me aproximei, percebi que os pneus de Lewis estavam muito gastos, então abri a asa traseira e fui. Foi uma ultrapassagem razoavelmente, digamos, fácil. Mas claro, eu tinha pneus mais novos. Funcionou, mas foi muito apertado", comentou Verstappen.

Antes disso, no entanto, o piloto holandês passou por momentos ruins na França. Quando tudo indicava que ele se manteria na pole position, executando uma boa defesa com Hamilton na cola, ele saiu da pista na curva 3 e foi ultrapassado pelo inglês.

"Minha primeira volta saindo dos pits foi muito boa, mas eu não esperava que o undercut (antecipação da parada nos boxes) funcionasse tão bem. O início da corrida foi muito complicado para mim. Tive meu momento na Curva 1. Virei achando que estava tudo bem, perdi a traseira e sai da pista. Fiquei muito chateado na hora, mas é preciso pensar no futuro", lembrou, aliviado.

Com a recuperação na penúltima volta, Max Verstappen chegou a 131 pontos no Mundial de Pilotos e abriu 12 de vantagem sobre Hamilton, que tem 119. Já a Red Bull abriu diferença de 37 para a Mercedes no Mundial de Construtores. A próxima etapa da Fórmula 1 será o GP da Estíria, na Áustria, marcado para o próximo domingo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.