Rodrigo Arangua/AFP
Rodrigo Arangua/AFP

Verstappen, Hamilton e Vettel são os primeiros no 3º treino livre no México

Holandês da Red Bull volta a ser o mais rápido no circuito Hermanos Rodríguez

Estadão Conteúdo

27 Outubro 2018 | 13h46

A baixa temperatura e o clima úmido fizeram com que os pilotos esperassem trinta minutos para entrarem na pista do circuito Hermanos Rodríguez, neste sábado, no terceiro treino livre para o GP do México de Fórmula 1. E quando entraram o domínio permaneceu com o holandês Max Verstappen, que fez a melhor volta do fim de semana com o tempo de 1min16s284. O piloto da Red Bull foi o mais rápido nos três treinos realizados até agora.

O britânico Lewis Hamilton, que só precisa de um sétimo lugar para conquistar o quinto título na Fórmula 1, colocou sua Mercedes na segunda posição, com o tempo de 1min16s538.

O alemão Sebastian Vettel, da Ferrari, que precisa vencer a prova, ficou com o terceiro lugar: 1min16s566. Neste sábado, Vettel completou quatro anos da conquista de seu quarto título na categoria, em Abu Dhabi.

Daniel Ricciardo, da Red Bull, ficou com o quarto lugar (1min17s028), seguido pelo finlandês Kimi Raikkonen, da Ferrari (1min17s045). A sexta posição foi do francês Charles Leclerc, da Sauber, com 1min17s059.

Os carros da Renault, que haviam feito bons treinos, não repetiram o desempenho desta vez. O espanhol Carlos Sainz ficou em sétimo, com 1min17s336, enquanto seu companheiro, o alemão Nico Hulkenberg, terminou em décimo, com 1min17s623.

O francês Pierre Gasly, que vai perder 15 posições no grid por ter usado uma unidade de potência excedente, fez o oitavo tempo (1min17s525), seguido pelo sueco Marcus Ericsson, da Sauber (1min17s565).

Uma curiosidade envolveu o piloto espanhol Fernando Alonso. O bicampeão mundial foi o primeiro a entrar na pista e ao retornar para os boxes ouviu da McLaren pelo rádio: "Fernando, sabemos que algo inusitado para você nos últimos tempos. Mas você tem a melhor volta e o melhor tempo nos três pontos de cronometragem." Uma brincadeira feita pelos membros da equipe apesar da má fase. Alonso ficou apenas com o 15º tempo, com 1min18s548.

Os pilotos voltam para a pista às 15 horas (de Brasília) para o treino classificatório, que vai definir o grid de largada. A corrida será no domingo, às 15h10.

Depois do GP do México, a F-1 tem mais duas provas previstas. O GP do Brasil, dia 11 de novembro, e o GP de Abu Dhabi, dia 25.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.