Gonzalo Fuentes/Reuters
Gonzalo Fuentes/Reuters

Verstappen lamenta punição, mas exalta ataque a Hamilton em 'corrida divertida'

Piloto da Red Bull cruzou a linha de chegada em segundo, mas é punido com cinco segundos e cai para a quarta posição

Redação, Estadão Conteúdo

26 de maio de 2019 | 15h26

Max Verstappen terminou o GP de Mônaco da Fórmula 1 em segundo, mas tomou punição de cinco segundos e caiu para quarto no resultado final da prova deste domingo. O holandês da Red Bull saiu perigosamente de seu box após fazer o pit stop e se chocou com Valtteri Bottas. O finlandês da Mercedes teve um pneu furado e foi obrigado a fazer outra parada, mas ainda terminou em terceiro. O alemão Sebastian Vettel, da Ferrari, foi o segundo.

"É claro que é uma pena receber uma punição, mas hoje (domingo) eu dei meu melhor para passar o Hamilton", comentou Verstappen, que partiu para cima do pentacampeão mundial no final da corrida. O britânico da Mercedes estava com os pneus desgastados e sofreu pressão do rival da Red Bull, mas conseguiu se sustentar na ponta para garantir a vitória.

"Eu comecei a ir para cima dele, aí ele começou a aumentar o ritmo e gastar os pneus e tentei colocar pressão. Passei a corrida inteira o seguindo de perto, pegando o ar sujo, e isso não é fácil", lamentou Verstappen, que chegou a tocar em Hamilton em uma tentativa de ultrapassagem.

A investida do holandês foi na 77.ª e penúltima volta. Ele mergulhou na chicane após o túnel para tentar passar pelo atual bicampeão, mas sem sucesso. Não deu certo, mas a manobra animou a parte final do GP, que agradou Verstappen. "Eu tive uma corrida divertida. Gostaria de terminar no pódio, mas, olhando nosso ritmo, nós estivemos fortes", avaliou o holandês, que sofreu acidentes na pista de rua do Principado em 2015 e 2016.

O resultado em Mônaco faz Verstappen cair para quarto no Mundial de Pilotos. O novo terceiro colocado é Vettel. O alemão chegou aos 82 pontos, quatro à frente do holandês. Hamilton é o líder, com 137, e Bottas o segundo, com 120. A próxima etapa da F-1 acontece no dia 9 de junho, no Canadá.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.