Diego Azubel/EFE
Diego Azubel/EFE

Verstappen marca pontos e comemora recorde na  Fórmula 1

Alonso surpreende com McLaren, mas não completa prova

Estadão Conteúdo

29 Março 2015 | 10h53

Ao chegar em sétimo lugar no GP da Malásia, neste domingo, o holandês Max Verstappen se tornou o piloto mais jovem a marcar pontos na Fórmula 1. Com 17 anos e 180 dias, o garoto que sequer poderia tomar champagne em um eventual pódio e que é proibido de dirigir fora dos circuitos, comemorou o feito.

"Eu gostei de tudo. Estou muito feliz por ter marcado o meu primeiro ponto na F1 e por terminar sétimo! Acho que fizemos um grande trabalho em equipe. Tivemos algumas boas disputas na pista e foi uma boa diversão. Este é um grande impulso para a equipe, que não poderia ter feito um trabalho melhor hoje (domingo)", celebrou o jovem piloto da Toro Rosso.

Com Verstappen em sétimo e Carlos Sainz Jr em oitavo, a Toro Rosso terminou com seus dois carros à frente da equipe principal do grupo, a Red Bull, que foi veio logo em seguida com Daniil Kvyat e Daniel Ricardo.

A McLaren não conseguiu completar a prova, mas saiu de Sepang com boas sensações. Afinal, depois de sofrer para mandar seus carros à pista nos testes coletivos e no GP da Austrália, a equipe britânica viu Fernando Alonso e Jenson Button andarem em bom ritmo enquanto conseguiram se manter na prova.

"Todo este fim de semana foi melhor do que eu esperava. A principal avaliação que levamos a partir de hoje é o fato de que fomos capazes de correr com os outros carros. Jenson e eu não estávamos simplesmente lutando contra os outros. Esse era o primeiro passo que precisávamos dar e ele foi alcançado", avaliou Alonso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.