Verstappen surpreende e lidera primeiro treino livre no México

A Fórmula 1 voltou para o México depois de 23 anos, e com uma surpresa logo de cara. No primeiro teste na capital do país, nesta sexta-feira, o treino livre desta tarde no Autódromo Hermanos Rodríguez, a Mercedes foi mal e acabou desbancada pela Toro Rosso, que viu Max Verstappen ser o mais rápido da atividade.

Estadão Conteúdo

30 de outubro de 2015 | 15h56

Apenas o 10.º colocado no Mundial de Pilotos desta temporada, Verstappen cravou a melhor volta da sessão com o tempo de 1min25s990. Na segunda posição, também nada de Mercedes. A Red Bull de Daniil Kvyat apareceu com 1min26s295, empatada com a Ferrari de Kimi Raikkonen, terceiro colocado, que marcou os mesmos 1min26s295.

A Red Bull e a Ferrari também dominaram as duas posições seguintes. Em quarto, ficou o tetracampeão Sebastian Vettel, da escuderia italiana, com 1min26s886, seguido de perto por Daniel Ricciardo, que marcou 1min27s185.

Só então apareceu a primeira Mercedes. A equipe, que dominou a temporada até o momento, não teve um início feliz no México e rendeu bem abaixo do esperado. Nico Rosberg foi o sexto, com o tempo de 1min27s196. O já campeão Lewis Hamilton, por sua vez, foi somente o 11.º, com 1min27s723.

Entre eles, o melhor brasileiro desta primeira sessão: Felipe Massa. O piloto da Williams terminou o treino com a décima colocação, cravando 1min27s695. Bem à frente de Felipe Nasr, que não teve um bom desempenho e terminou somente como o 14.º, ao marcar 1min28s579.

A primeira prova da Fórmula 1 no México desde 1992 perdeu em importância após a etapa dos Estados Unidos, no último fim de semana, quando Lewis Hamilton garantiu o título do Mundial de Pilotos. A principal briga, agora, é pela segunda colocação. Vettel ocupa o posto no momento, com 251 pontos, apenas quatro à frente Nico Rosberg. A largada da etapa mexicana está marcada para o domingo, às 17 horas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.