Paulo Whitaker/Reuters
Paulo Whitaker/Reuters

Verstappen testa novo Red Bull no simulador e aprova modelo de 2019

Modelo RB15 será o primeiro carro da equipe que contará com os motores da fornecedora japonesa Honda

Redação, Estadão Conteúdo

05 de fevereiro de 2019 | 18h06

O piloto Max Verstappen ficou satisfeito com o desempenho do novo carro da Red Bull, ao menos no simulador. O holandês admitiu que, embora sua impressão de dirigir o novo carro tenha sido "positiva", ele quer esperar e ver como será o desenvolvimento de seus rivais nos primeiros testes da pré-temporada da Fórmula 1, no dia 18 deste mês, em Barcelona.

O modelo RB15 será o primeiro carro da Red Bull que contará com os motores da fornecedora japonesa Honda, que já estava atuando com a Toro Rosso, equipe satélite da Red Bull, na Fórmula 1.

Verstappen admitiu, no entanto, que, embora ele não espere que a Honda seja capaz de igualar a potência de Ferrari e Mercedes nas primeiras corridas da temporada, seu objetivo para o ano é obter vitórias em várias corridas.

"A Honda está dando tudo para chegar o mais rápido possível no nível da Ferrari e Mercedes. A equipe tem muita energia positiva. Você pode sentir a união para vencer", disse o quarto colocado no Mundial do ano passado, com 249 pontos, duas vitórias e 11 pódios.

"Meu objetivo é tentar ganhar o maior número possível de corridas. E, se esse for o caso, também podemos brigar pelo título do campeonato. É difícil julgar, mas espero que seja suficiente", comentou Verstappen.

A Red Bull apresenta seus dois caros novos no dia 13, quando Verstappen vai posar ao lado do francês Pierre Gasly, seu novo companheiro de equipe e ex-rival no kart. Na oportunidade, Verstappen também vai mostrar as novas cores do seu capacete, com design mais branco do que nos anos anteriores.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.