Andy Wong/AP
Andy Wong/AP

Vettel celebra pole na China e elogia Ferrari: 'O carro estava incrível'

Piloto alemão lidera campeonato e voltou a colocar a equipe à frente da então soberana Mercedes

Estadão Conteúdo

14 de abril de 2018 | 08h34

Líder do Mundial de Pilotos, com duas vitórias em duas provas, Sebastian Vettel só tinha motivos para sorrir após cravar sua segunda pole position na temporada. Neste sábado, no Circuito Internacional de Xangai, o piloto da Ferrari foi o mais rápido e garantiu o direito de largar na ponta do GP da China, terceira etapa da temporada de Fórmula 1, no domingo.

Hamilton celebra 'bom dia', mas vê briga acirrada com a Ferrari na China

Veja o calendário da temporada da Fórmula 1

Confira a classificação do campeonato

"Foi um grande resultado e eu estou realmente feliz pela equipe. Hoje, o carro estava incrível e foi uma grande luta pela primeira fileira entre nossos dois carros. Estava ventando muito e não foi fácil ter a sensação certa. No entanto, quando o carro está rápido e funciona, você ganha muita confiança, e isso ajuda", declarou.

Vettel cravou 1min31s095 em sua última tentativa na pista, já com o cronômetro zerado, e superou seu companheiro de equipe, Kimi Raikkonen, por 0s087. O próprio alemão disse que "não esperava" a superioridade apresentada pela Ferrari no treino, mas, ao mesmo tempo, explicou ter sentido que garantiria a pole.

"Eu não sabia o que os outros estavam fazendo, mas eu tinha certeza que conseguiria a pole porque eu acho que era um dos últimos carros (a ir a pista), então eu poderia me beneficiar com a evolução da pista. Amanhã, deve fazer sol, o que deixará o asfalto mais quente. Vamos ver o que vai acontecer, mas acho que estaremos muito próximos", opinou.

Raikkonen largará na segunda colocação e por pouco não foi o piloto mais velho a garantir a pole position na Fórmula 1 em 25 anos. Mas ao invés de lamentar a perda da primeira colocação, o finlandês se mostrou bastante satisfeito com o resultado e o trabalho da Ferrari.

"Nós estamos ficando muito felizes com a forma com que as coisas estão acontecendo neste fim de semana. O treino de hoje foi muito parelho. Nós tivemos boas voltas, mas, infelizmente, eu perdi um pouco de velocidade no último setor e não pude evoluir. Obviamente, eu queria mais, mas amanhã é um novo dia", considerou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.