Vettel comemora segundo lugar, mas lamenta volta não dada

Alemão reduziu a velocidade no final do treino e não conseguiu abrir a volta rápida

Agência Estado

29 de março de 2014 | 10h17

SEPANG - Ninguém nunca saberá o que teria acontecido se Sebastian Vettel não tivesse reduzido tanto para dar folga a Fernando Alonso antes de abrir a última volta de tomada de tempo no treino classificatório do GP da Malásia, neste sábado. O alemão desacelerou demais e acabou abrindo a volta com a sessão já encerrada. Assim, não conseguiu tirar a pole de Lewis Hamilton e vai largar em segundo.

"O Q3 (terceira parte do treino) não foi perfeito. Eu teria amado ter tido uma segunda volta. Na minha primeira tentativa, senti que ainda havia um pouco de tempo a ganhar aqui ou ali. Foi muito perto, talvez dentro da margem do que era possível ir ainda mais rápido. Mas eu estou feliz com o resultado", disse Vettel.

Com a Red Bull, o alemão ficou apenas 55 milésimos atrás de Hamilton, que tem um carro da Mercedes rendendo muito melhor. "É bom estar na primeira fila e devo estar do lado bom da pista amanhã (domingo). Tudo vai depender de como for a largada", apontou o tetracampeão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.