Miguel Morenatti/AP
Miguel Morenatti/AP

Vettel contém euforia após abrir testes na liderança com a Ferrari

Piloto alemão lembra que ainda é muito cedo para exibir otimismo, embora tenha admitido que a 'primeira impressão foi muito boa'

Estadão Conteúdo

01 de fevereiro de 2015 | 18h17

Sebastian Vettel preferiu conter a euforia ao comentar o fato de que abriu os testes coletivos desta temporada da Fórmula 1, neste domingo, em Jerez de la Frontera, na Espanha, na liderança. Novo piloto da Ferrari, o tetracampeão mundial lembrou que ainda é muito cedo para exibir otimismo, embora tenha admitido que a "primeira impressão foi muito boa" neste trabalho inicial de pista com a escuderia italiana.

"Hoje foi apenas um bom começo. Não posso dizer mais do que isso, porque este foi apenas o começo", disse o piloto alemão, ao mesmo tempo se derretendo com a "especial" Ferrari, onde tem se impressionado com a estrutura de trabalho, que é mais ampla do que a proporcionada pela Red Bull, sua ex-equipe.

"Tudo é diferente, até mesmo a filosofia por trás do carro, quando comparado com o que eu estava acostumado. Mas eu imediatamente me senti à vontade dentro da equipe e os caras me deram uma recepção calorosa", completou Vettel.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1Sebastian VettelFerrari

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.