Xavier Galiana/Reuters
Xavier Galiana/Reuters

Vettel critica Hamilton, mas vê segundo lugar como limite

Resultado é o melhor do alemão na temporada, onde ocupa a quinta colocação no Mundial de Pilotos, com 124 pontos

Estadão Conteúdo

21 Setembro 2014 | 15h01

O alemão Sebastian Vettel chegou a herdar a liderança do GP de Cingapura logo após o último pit stop de Lewis Hamilton, mas logo depois acabou cedendo a dianteira a Lewis Hamilton, que apresentava ritmo mais forte. E embora tenha reconhecido que era impossível sustentar o primeiro lugar, o piloto da Red Bull criticou a manobra do inglês.

"Eu não sabia ao certo o que ele estava fazendo. Dei todo o espaço para ele ultrapassar, mas parecia que ele não podia esperar para assumir a liderança", reclamou Vettel, avaliando que Hamilton adotou postura arriscada demais na disputa de posição. 

Apesar disso, o alemão garantiu ter ficado satisfeito com o resultado final do GP de Cingapura, declarando que o segundo lugar era o melhor resultado possível diante da superioridade da Mercedes. "Tive que diminuir e deixá-lo passar, não tinha carro para lutar com ele. Terminar em segundo era o melhor que podia fazer", disse.

Campeão nas últimas quatro temporadas, Vettel está longe de apresentar em 2014 o mesmo rendimento de anos anteriores, tanto que o segundo lugar em Cingapura foi o seu melhor resultado neste campeonato. Agora, ele está na quinta colocação no Mundial de Pilotos, com 124 pontos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.