AP/ Luca Bruno
AP/ Luca Bruno

Vettel diz que espera formar dupla com Kimi Raikkonen no futuro

Apesar do empresário do finlandês ter descartado a possibilidade de acerto, alemão não perde a esperança de firmar parceria

AE, Agência Estado

22 de agosto de 2013 | 13h13

SPA-FRANCORCHAMPS - Embora o empresário de Kimi Raikkonen tenha descartado a possibilidade de o finlandês formar dupla de pilotos com Sebastian Vettel na Red Bull em 2014, o alemão afirmou nesta quinta-feira, em Spa-Francorchamps, palco do GP da Bélgica de Fórmula 1, que gostaria de ter o atual titular da Lotus como seu parceiro de equipe na maior categoria do automobilismo mundial em um futuro próximo.

O atual tricampeão do mundo garantiu não ter recebido informações sobre as negociações fracassadas da Red Bull para contratar Raikkonen, mas não perdeu a esperança de formar parceria com o finlandês daqui alguns anos.

Ao ser questionado nesta quinta-feira sobre como encarou as últimas notícias sobre Kimi, Vettel enfatizou: "Não sei o quão realista era isso ou não (a possibilidade de Raikkonen ir para a Red Bull)".

Ao mesmo tempo, ele ressaltou que a definição do substituto do australiano Mark Webber, que irá deixar a Fórmula 1 após o fim desta temporada, é uma decisão da Red Bull e não dele. Por isso, preferiu falar de forma hipotética sobre o assunto, sendo que hoje o também australiano Daniel Ricciardo, da Toro Rosso, é o favorito para assumir o posto de titular da escuderia austríaca na próxima temporada da F1.

"Acho que seria legal por vários motivos fazer dupla com Kimi, mas não está acontecendo isso agora, então, não faz muito sentido falar sobre isso. Mas, quem sabe? Ele ainda é jovem. E eu ainda sou jovem, então, não sei. Muitas coisas ainda podem acontecer, então, nunca diga nunca", destacou Vettel, em entrevista coletiva.

Curiosamente, Vettel chegou a ser alvo de gozação da própria Lotus nesta quinta ao chegar ao circuito de Spa-Francorchamps com o cabelo descolorido, bastante loiro. Por meio de sua página no Twitter, a equipe brincou com o visual do alemão ao falar que foi uma tentativa fracassada de ficar parecido com o de Raikkonen. "Algumas pessoas irão ao extremo para conseguir aquele estilo Kimi, boa tentativa, falhou", escreveu a escuderia.

Com contrato com a Lotus somente até o fim deste ano, Raikkonen antes era apontado como principal favorito a assumir a vaga de Webber, mas agora ele passou a ser visto como possível substituto de Felipe Massa na Ferrari a partir de 2014. O brasileiro, que há tempos não consegue resultados expressivos na escuderia italiana, também tem compromisso a expirar com o time de Maranello no fim desta temporada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.