Diego Azubel / EFE
Diego Azubel / EFE

Vettel diz que Ferrari 'não perdeu o rumo' na temporada da Fórmula 1

Para o piloto alemão, o time italiano ainda está evoluindo no campeonato, apesar da vantagem de Hamilton

Estadão Conteúdo

04 Outubro 2018 | 15h54

Apesar das seguidas derrotas para a Mercedes, a Ferrari "não perdeu o rumo" na temporada da Fórmula 1, garante Sebastian Vettel. Para o piloto alemão, o time italiano ainda está evoluindo no campeonato, que está se encaminhando para o inglês Lewis Hamilton. Ao vencer o GP da Rússia, no domingo passado, o piloto da Mercedes abriu 50 pontos de vantagem.

"Eu não acho que perdemos o rumo", afirmou Vettel, nesta quinta, ao ser questionado pelos jornalistas no Circuito de Suzuka, às vésperas do GP do Japão. "Como você pode saber sobre nossa direção técnica? Desculpe, eu não acho que isso tenha acontecido", enfatizou o tetracampeão.

Ao contrário, o vice-líder do campeonato acredita que a Ferrari ainda está crescendo na disputa. "Acho que fizemos progresso com o nosso carro, com os degraus que subimos, com os degraus que ainda estão por vir", declarou o alemão. "Mas não sabemos como estamos em comparação aos rivais, talvez eles tenham obtido crescimento maior ou menor. Eu não sei."

"Tenho toda a certeza que, falando a todos os nossos engenheiros, nós estamos onde gostaríamos ou queríamos estar", disse Vettel, sem mencionar a grande distância para o líder do campeonato. "Claro que gostaríamos de estar melhor, com maior performance, mas todo mundo quer isso."

O piloto disse também que não se surpreendeu com o bom momento da Mercedes, que não era considerada a melhor equipe do campeonato até o recesso de verão europeu. Para muitos, era a Ferrari a dona do melhor carro do ano. "Sempre dissemos que tínhamos um carro bom, mas nunca dissemos que era um carro dominante."

Vettel chegou a liderar o campeonato durante boa parte da primeira metade do ano. No entanto, sofreu com erros e falhas do motor, o que permitiu a reação de Hamilton. Para piorar as coisas para a Ferrari, o piloto da Mercedes venceu as últimas três corridas.

"A disputa foi bem apertada durante todo o ano, mas aconteceram algumas provas em que nós não estávamos tão perto deles", avaliou o alemão.

Vettel e os demais pilotos do grid vão à pista de Suzuka nesta quinta-feira, às 22 horas (pelo horário de Brasília) para o primeiro treino livre. A segunda sessão terá início às 2 horas de sexta-feira. No sábado, o treino classificatório está marcado para as 3 horas. E a corrida, na madrugada deste domingo, vai começar às 2h10.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.