Vettel exalta reação da Red Bull, mas mantém cautela

De volta ao lugar mais alto do pódio, Sebastian Vettel exaltou o trabalho e a reação da Red Bull no GP do Bahrein, mas manteve a cautela em relação ao futuro da temporada da Fórmula 1. Para o alemão, é impossível fazer projeções em um campeonato tão equilibrado até agora.

AE, Agência Estado

22 de abril de 2012 | 14h46

"Tem sido uma temporada muito equilibrada. Os carros estão muito próximos e pequenos detalhes estão fazendo a diferença nas corridas", avaliou o atual bicampeão da F1. "Começamos o ano dizendo que a McLaren era a mais rápida, mas vimos neste domingo que o cenário pode ser diferente. Mas acredito que eles ainda têm um dos melhores acertos".

Vettel se refere principalmente à rápida evolução da Lotus, que colocou Kimi Raikkonen e Romain Grosjean no pódio, e ao bom crescimento da Red Bull. "Estamos surpresos com o ritmo que tivemos na corrida. Obviamente o pessoal [da equipe] trabalhou bastante para que eu conseguisse vencer".

Para o alemão, o desempenho dos pneus foi determinante na prova e quase tirou sua vitória, já que Raikkonen conseguiu administrar melhor o desgaste dos seus compostos. "Foi extremamente difícil mantê-lo atrás de mim. Foi como se ele tivesse usado pneus novos durante toda a prova".

Quarto colocado no Bahrein, o australiano Mark Webber também elogiou o desempenho dos carros da Lotus. Ao contrário de Vettel, ele não conseguiu acompanhar o ritmo dos rivais e ficou para trás a partir da metade da prova.

"Não tive uma largada ruim. Meu KERS [sistema de recuperação de energia] não funcionou na primeira volta, mas depois voltou. Mesmo assim, não conseguiu me aproximar deles [Lotus]. Então me preocupei apenas em garantir a minha posição", comentou Webber.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.