Vettel ironiza novas vaias após vitória em Cingapura

Alemão teve uma recepção hostil semelhante na corrida anterior

AE-AP, Agência Estado

22 de setembro de 2013 | 13h53

CINGAPURA - O alemão Sebastian Vettel ironizou e garantiu se divertir com as repetidas vaias que está sendo alvo nas suas seguidas vitórias da Fórmula 1 e declarou que elas são de ciumentos e emotivos torcedores da Ferrari. A afirmação foi feita neste domingo, após o triunfo no GP de Cingapura, a 13ª etapa da temporada 2013.

O domínio contínuo do piloto da Red Bull, combinado com o seu comportamento considerado antidesportivo com seu companheiro Mark Webber no início desta temporada, parecem ter feito o alemão se tornar um alvo para os fãs frustrados. Neste domingo, ele foi recebido com vaias no pódio do GP de Cingapura.

A entrevista no pódio teve que ser interrompida, com o entrevistador, o ex-piloto Martin Brundle, criticando a atitude dos torcedores. "Pessoas, não façam isso, isso não é coreto", disse.

Vettel teve uma recepção hostil semelhante na corrida anterior, o GP da Itália, mas isso não é incomum para os vencedores que não são da Ferrari em Monza. No entanto, as vaias seguiram en Cingapura e levaram o alemão a ironizá-las. "Eles estão em uma turnê, eles viajam para as corridas em um ônibus", disse.

"Se algum deles me vaia, eu encaro isso como um elogio. Eles são ciumentos, porque estamos ganhando na frente de quem eles estão apoiando. Eles são muito emotivos quando não estão ganhando. Em dias como estes, eu realmente não me importo", completou.

As vaias em parte se dão pela frustração com o domínio de Vettel, que está próximo de conquistar o seu quarto título mundial consecutivo, venceu as últimas três corridas e tem uma vantagem de 60 pontos na liderança do campeonato. Além disso, seu comportamento no GP da Malásia neste ano provocou críticas. Ele ignorou uma ordem da equipe, ultrapassou Webber e venceu a corrida. Depois, disse que faria tudo de novo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.