Vettel lamenta largada ruim, mas valoriza 2.º lugar

Soberano nas duas primeiras corridas do ano, Sebastian Vettel não conseguiu repetir neste domingo as boas performances da Austrália e da Malásia. Pole position, o alemão teve uma fraca largada no GP da China e acabou sendo superado pelos rivais da McLaren logo na primeira curva. Só se recuperou na parte final e conseguiu garantir o segundo lugar no pódio.

AE, Agência Estado

17 de abril de 2011 | 10h01

Depois da prova, o piloto da Red Bull atribuiu o resultado à largada ruim e à estratégia de fazer duas paradas durante a corrida. "Tínhamos bom ritmo, mas decidimos ser pacientes e fazer duas paradas. E isso não funcionou", lamentou.

"Minha largada não foi das melhores também. Por alguma razão, percebi que o lado esquerdo do grid é pior que o direito. Não foi algo brilhante e acabei perdendo posições para Jenson [Button] e Lewis [Hamilton]", completou Vettel, que preferiu valorizar o segundo lugar. "Não estou decepcionado com essa colocação".

Mark Webber, companheiro de equipe de Vettel, ficou mais satisfeito com seu resultado. Após ir mal no treino e largar somente em 18.º, o australiano fez uma grande corrida de reação e chegou em terceiro lugar.

"Quando você vê que está em 17.º depois de 15 voltas, você pensa que não será possível. Mas, de repente, eu me senti confortável no carro. Tinha alguns jogos de pneus, que sobraram do treino, e isso ajudou. Talvez esse seja o jeito de ir bem. Ir mal no treino e surpreender na corrida", brincou o piloto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.