Andrej Isakovic/ AFP Photo
Andrej Isakovic/ AFP Photo

Vettel lamenta tráfego no fim do treino, mas exalta evolução da Ferrari na semana

Construtora italiana conta com piloto na 2ª e 3ª colocação na largada do GP da Inglaterra

Estadão Conteúdo

15 de julho de 2017 | 16h30

O alemão Sebastian Vettel ficou satisfeito com a terceira posição no grid de largada para o GP da Inglaterra. O piloto da Ferrari, no entanto, lamentou que no final do Q3, a fase decisiva do treino de classificação, neste sábado, tenha enfrentado tráfego na pista, o que o impediu de obter um resultado melhor.

"Estamos quase felizes com o resultado, mas nossa performance foi boa hoje (sábado). Acho que será uma corrida dura amanhã (domingo) considerando que a Mercedes estava muito rápida durante toda a semana", comentou o tetracampeão.

O inglês Lewis Hamilton garantiu a pole em Silverstone, com seu companheiro Valtteri Bottas largando apenas em nono por causa de uma punição. Kimi Raikkonen, da Ferrari, sairá em segundo. "Nosso carro hoje (sábado) estava bom, me senti muito bem e por isso estou feliz", emendou Vettel.

O tetracampeão também falou sobre as condições do tempo. Durante o classificatório, a chuva deixou a definição do grid de largada mais imprevisível. "A pista não ficou muito molhada, então estava divertido pilotar. O único problema foi que encontrei alguns carros na minha frente na última volta e perdi tempo com isso. O mais importante é que o carro evoluiu durante a semana e isso é o que conta", finalizou.

Raikkonen também comentou sobre a melhora dos carros da Ferrari no classificatório. "Obviamente que a gente queria a pole, mas hoje a gente fez o que pode. O sentimento que tive com o carro hoje foi bom. Então espero que na corrida de amanhã a gente possa evoluir ainda mais. Normalmente a gente fica mais forte no domingo", comentou.

A corrida no circuito de Silverstone terá largada às 9 horas (de Brasília) deste domingo. Vettel lidera o Mundial de Pilotos com 171 pontos, 20 à frente de Lewis Hamilton, o segundo colocado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.