Albert Gea/ Reuters
Albert Gea/ Reuters

Vettel lidera e Bottas tem bom desempenho no primeiro teste da F-1 em 2017

Felipe Massa foi o quarto piloto mais rápido no Circuito da Catalunha, Montmeló, na Espanha

Estadao Conteudo

27 Fevereiro 2017 | 10h22

A temporada 2017 da Fórmula 1 viveu seus movimentos iniciais nesta segunda-feira pela manhã. No Circuito da Catalunha, em Montmeló, na Espanha, os pilotos foram à pista pela primeira vez no ano para o primeiro teste, e quem saiu na frente foi o alemão Sebastian Vettel, dono do melhor tempo do dia.

Vettel fez a melhor volta do teste em 1min22s791 com sua Ferrari. O alemão completou 62 voltas com pneus médios e foi quem mostrou melhor adaptação ao novo regulamento técnico para 2017, que trouxe mudanças com o objetivo de, entre outras coisas, deixar os carros com maior aerodinâmica e aderência na pista. Para isso, as asas e pneus traseiros são mais largos.

Mas se Vettel terminou como o mais rápido do dia, Valtteri Bottas foi o principal destaque. Pilotando pela primeira vez com a Mercedes, o finlandês substituto do campeão mundial Nico Rosberg foi quem mais completou voltas, 79, e conseguiu o segundo melhor tempo: 1min23s169.

A terceira colocação do dia ficou com Sergio Pérez, da Force India. O mexicano completou sua volta mais rápida em 1min23s709 e percorreu o percurso do Circuito da Catalunha 39 vezes.

Depois de anunciar a aposentadoria e voltar atrás, justamente por conta da saída de Valtteri Bottas para a Mercedes, o brasileiro Felipe Massa foi o quarto mais rápido no primeiro teste da Fórmula 1 em 2017. O piloto da Williams também completou 39 voltas nesta segunda e conseguiu a marca de 1min25s552.

Carlos Sainz Jr., da Toro Rosso, foi o quinto mais veloz do dia, enquanto Nico Hulkenberg, da Renault, terminou como sexto. Kevin Magnussen, da Haas, foi o sétimo, mas completou somente 15 voltas porque travou os pneus de seu carro, rodou e bateu na barreira de pneus. A oitava posição ficou com Marcus Ericsson, da Sauber.

Duas equipes enfrentaram dificuldades em seus primeiros testes com o novo regulamento técnico. A Red Bull de Daniel Ricciardo sofreu uma pane em um sensor, o que obrigou o piloto australiano a abandonar a atividade após completar somente quatro voltas, tendo 1min28s712 como melhor tempo.

Já a McLaren seguiu dando dor de cabeça a seus torcedores, como vem acontecendo nos últimos anos. O espanhol Fernando Alonso sequer conseguiu marcar tempo nesta segunda-feira, após completar somente uma volta na pista. Isso porque seu carro sofreu com problema de lubrificação e precisou voltar aos boxes.

Esta foi a primeira das duas atividades marcadas para esta segunda-feira no Circuito da Catalunha. No total, serão oito dias de testes, divididos entre duas sequências de quatro dias nesta e na próxima semanas. A temporada 2017 da Fórmula 1 começa oficialmente com o GP da Austrália, agendado para o dia 26 de março.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.