Edgar Su/Reuters
Edgar Su/Reuters

Vettel minimiza última posição no grid e avisa que ainda está na disputa

Alemão sofreu com problemas no carro logo no início do Q1 e não conseguiu fazer voltas rápidas

Estadão Conteúdo

30 de setembro de 2017 | 11h38

O alemão Sebastian Vettel definitivamente não vive um bom momento na temporada de Fórmula 1. Depois de bater logo na largada e abandonar o GP de Cingapura há duas semanas, o piloto da Ferrari enfrentou problemas no motor no classificatório para o GP da Malásia neste sábado e largará no último lugar do grid.

+ Hamilton se mostra surpreso com problema de Vettel e destaca evolução da Mercedes

+ WAGNER GONZALEZ: Hamilton e Vettel, Ying e Yang

Para piorar, em Cingapura, ele viu Hamilton vencer e abrir 28 pontos de distância na classificação do Mundial de Pilotos. Agora assistiu ao rival da Mercedes cravar a pole e ficar com grandes chances de disparar na briga pelo título.

"Quando coloquei o carro na pista parecia que tudo ia tudo bem, mas de repente, na Curva 5, perdi força. Tive sorte de voltar para os boxes, para que meus engenheiros pudessem analisar o problema. Mas infelizmente não conseguimos consertar", comentou.

Ao ser questionado sobre estar fora da briga pelas primeiras colocações no GP da Malásia, Vettel se mostrou confiante. "A corrida é apenas amanhã (domingo). Então não me tirem da disputa", avisou.

O piloto alemão se mostrou confiante em uma corrida de recuperação especialmente por conta do desempenho da Ferrari durante os treinos livres na Malásia. Vettel dominou os trabalhos de sexta-feira, com seu companheiro Kimi Raikkonen na segunda colocação.

"Isso tudo faz parte do esporte a motor, mas, obviamente, não é o que a gente queria, especialmente quando você sente que tinha o melhor carro possível. É uma pena, foi um dia muito ruim", completou.

A confiança foi compartilhada por Raikkonen, que lamentou a segunda colocação no grid de largada. "Quando você fica tão perto do topo, acaba sendo uma decepção. Mas eu sei que consegui tirar o melhor do carro", comentou.

O finlandês, no entanto, acredita que o carro da Ferrari terá um ótimo desempenho durante o GP da Malásia. "É fato que o carro tem se comportado muito bem durante o final de semana todo. Acho que temos um ótimo carro para a corrida", completou.

O GP da Malásia acontece neste domingo e tem largada prevista para as 4 horas (de Brasília). Hamilton lidera o Mundial de Pilotos com 263 pontos e Vettel aparece na segunda colocação com 235.

Tudo o que sabemos sobre:
VelocidadeFórmula 1Sebastian Vettel

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.