W Hong/EFE
W Hong/EFE

Vettel mira estratégia de pneus para superar Mercedes novamente

Alemão vai largar em terceiro, atrás dos carros da Mercedes

Estadão Conteúdo

11 de abril de 2015 | 14h09

Sebastian Vettel quer repetir neste domingo, no GP da China, a estratégia de pneus que usou para superar a Mercedes no GP da Malásia, há duas semanas. O alemão conta com o desgaste dos compostos para obter vantagem porque não conseguiu alcançar Lewis Hamilton e Nico Rosberg no treino classificatório, em Xangai. Hamilton, na pole position, foi quase um segundo mais veloz que o piloto da Ferrari, neste sábado.

"Provavelmente estaremos mais próximos na corrida. Minha aposta é que a Mercedes, e outras equipes, estão indo melhor nos treinos [do que nas corridas]. Então era importante para nós que ficássemos o mais perto deles no treino", avaliou o tetracampeão da Fórmula 1, que sairá em terceiro neste domingo.

No Circuito de Xangai, Vettel vai tentar tirar essa diferença para a Mercedes na estratégia dos pneus, como fez em Sepang. O alemão largará com compostos médios, mais resistentes e que devem deixar o piloto mais tempo na pista antes de fazer sua primeira parada nos boxes. Hamilton e Rosberg sairão do grid com pneus macios, que devem se degradar mais rapidamente. Foi assim que Vettel ganhou na Malásia.

Desta vez, ele diz contar também com uma largada melhor, já que esteve perto de perder muitas posições nas primeiras curvas da Malásia. "Eu ainda preciso me acostumar com alguns procedimentos da Ferrari. Mas aqui com certeza irei melhor na largada. Funciona melhor com a nossa equipe quando temos maior aderência no asfalto [caso de Xangai]", afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1GP da ChinaVettelvelocidade

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.