Ralph Orlowski/Reuters
Ralph Orlowski/Reuters

Vettel bate recorde e garante pole na Alemanha; problema faz Hamilton parar no Q2

Alemão ainda supera Bottas no apagar das luzes para largar em primeiro em Hockenheim; inglês sai em 14º

O Estado de S.Paulo

21 de julho de 2018 | 11h42

Sebastian Vettel, da Ferrari, quebrou o recorde do circuito de Hockenheim, na Alemanha, e garantiu a pole position para a corrida deste domingo, em treino qualificatório para o grid disputado neste sábado. Com o tempo de 1min11s212, o alemão ainda foi beneficiado por um problema no carro de Lewis Hamilton, que persegue o ferrarista na classificação do Mundial de Pilotos, e por isso britânico nem participou do Q3 (a terceira parte da sessão).

+ Esvaziado pela chuva, 3º treino na Alemanha termina com Leclerc na liderança

+ Veja a tabela de classificação do campeonato da Fórmula 1

+ Confira mais notícias de esportes a motor

O finlandês Valtteri Bottas, da Mercedes, até tentou, mas foi 204 milésimos mais lento do que o rival da Ferrari. O tetracampeão do mundo conquistou a 55ª pole dele na carreira. A segunda fila foi fechada pelo finlandês Kimi Raikkonen, da Ferrari, com o tempo de 1min11s547, e o holandês Max Verstappen, da Red Bull, que marcou 1min11s822.

Completando os dez primeiros colocados da atividade, apareceram as duas Haas, com Kevin Magnussen, em quinto, e Romain Grosjean, em sexto, além de Nico Hülkenberg, em sétimo, Carlos Sainz Jr, em oitavo, ambos da Renault, Charles Leclerc, da Sauber, em nono, e Sergio Pérez, da Force India, em décimo. O espanhol Fernando Alonso não conseguiu rendimento bom com sua McLaren, mais uma vez, e terminou em 11.º.

O Q2 teve um momento de paralisação, porque a direção da prova decretou bandeira vermelha para limpar as muitas pedras de brita que invadiram os asfalto. A sujeira no circuito foi obra do sueco Marcus Ericsson, da Sauber, que trouxe os detritos com ele para dentro da pista depois de se recuperar de rodada. Punido com a perda de 20 posições no grid por causa de troca de componentes do motor, na sexta-feira, o australiano Daniel Ricciardo não participou da segunda parte do treino por opção da Red Bull, já que ele não teria mesmo como brigar por uma boa colocação tendo em vista a sua punição.

Hamilton escapou da pista no fim do Q1 e reclamou de problemas hidráulicos logo em seguida, até que o carro perdeu potência e parou. O piloto até tentou empurrar a Mercedes dele, prática proibida no regulamento por questões de segurança, mas constatou que o treino de classificação estava encerrado para ele. Em 14ª lugar no grid, porque já tinha marcado tempo para avançar ao Q2 e vai se beneficiar da punição a Ricciardo, o britânico pode perder mais posições se trocar o câmbio.

A frustração de Hamilton pode ser explicada pelo mau momento dele na classificação do campeonato. O piloto da Mercedes tem 163 pontos, e ainda persegue Vettel de perto na briga pela liderança, mas o britânico tetracampeão estava em primeiro lugar há duas etapas e viu o rival ultrapassá-lo e abrir uma pequena vantagem na última corrida.

 

Vettel chega à Hockenheim como líder do Mundial de Pilotos, com 171 pontos, oito à frente de Hamilton. Raikkonen, com 116, Ricciardo, 106, Bottas, 104, e Verstappen, 93, completam os seis primeiros. O GP da Alemanha, com largada às 10h10 (de Brasília) neste domingo, é o 11º dos 21 previstos no calendário de 2018 da Fórmula 1.

Confira o grid de largada para o GP da Alemanha:

1º - Sebastian Vettel (ALE/Ferrari), 1min11s212

2º - Valtteri Bottas (FIN/Mercedes), 1min11s416

3º - Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari), 1min11s547

4º - Max Verstappen (HOL/Red Bull), 1min11s822

5º - Kevin Magnussen (DIN/Haas), 1min12s200

6º - Romain Grosjean (FRA/Haas), 1min12s544

7º - Nico Hülkenberg (ALE/Renault), 1min12s560

8º - Carlos Sainz Jr (ESP/Renault), 1min12s692

9º - Charles Leclerc (MON/Sauber), 1min12s717

10º - Sergio Pérez (MEX/Force India), 1min12s774

----------------------------------------------------

11º - Fernando Alonso (ESP/McLaren), 1min13s657

12º - Sergey Sirotkin (RUS/Williams) 1min13s702

13º - Marcus Ericsson (SUE/Sauber), 1min13s736

14º - Lewis Hamilton (ING/Mercedes), sem tempo

----------------------------------------------------

15º - Esteban Occon (FRA/Force India), 1min,13s,720

16º - Pierre Gasly (FRA/Toro Rosso), 1min13s749

17º - Brendon Hartley (NZL/Toro Rosso), 1min14s045

18° - Lance Stroll (CAN/Williams), 1min14s206

19º - Stoffel Vandoorne (BEL/McLaren), 1min14s401

20° - Daniel Ricciardo* (AUS/Red Bull), sem tempo


*Classificado ao Q2, mas punido com a perda de 20 posições por troca de componentes do motor

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.