Vettel reclama de tempo instável e corrida 'caótica'

O alemão Sebastian Vettel largou na pole position neste domingo, mas terminou o GP da China somente na sexta posição. O vice-campeão de 2009 atribuiu a queda de aproveitamento durante a corrida à variação de tempo e à corrida "caótica" disputada em Xangai.

AE, Agência Estado

18 de abril de 2010 | 16h42

"Acho que hoje tivemos uma corrida muito caótica. Terminar em sexto, portanto, foi muito importante. É claro que nossos principais adversários terminaram na frente, mas lutamos bastante em diferentes condições", avaliou o alemão que foi advertido, assim como o inglês Lewis Hamilton, por causa de uma disputa na saída dos boxes.

"Com o tempo limpo, nosso ritmo era decente, mas quando o tempo mudava nosso carro oscilava muito", completou Vettel, quinto colocado na classificação geral do campeonato.

Companheiro de Vettel na Red Bull, o australiano Mark Webber também decepcionou neste domingo. Largou em segundo, mas conseguiu apenas o oitavo lugar no final da prova. Assim como o alemão, Webber reclamou da variação do tempo em Xangai.

"Foi uma corrida difícil para nós. Simplesmente não conseguimos ser rápidos o suficiente. O tempo mudou muito durante a corrida. Sei que a situação é a mesma para todo mundo, mas alguns carros são mais sensíveis a uma determinada temperatura", justificou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.