Andreu Dalmau/EFE
Andreu Dalmau/EFE

Vettel reconhece que será difícil superar as Mercedes na Espanha

Alemão larga atrás de Rosberg e Hamilton no 5º GP da temporada

Estadão Conteúdo

09 de maio de 2015 | 15h12

Sebastian Vettel deixou a pista decepcionado com o terceiro lugar no treino classificatório deste sábado no GP da Espanha de Fórmula 1. A expectativa do tetracampeão do mundo era que a Ferrari diminuísse a vantagem em relação à Mercedes. Mas na prática aconteceu o contrário e Rosberg e Hamilton garantiram as duas primeiras posições no grid.

"A diferença ficou um pouco maior do que era nas últimas corridas. Não posso dizer que estou desapontado, porque acho ótimo que estejamos logo atrás deles. Claro que gostaria de estar um pouco mais perto, mas espero que essa distância diminua na corrida. Tenho que reconhecer que esses dois caras estão fazendo um ótimo trabalho. Eles são muito rápidos", comentou.

O alemão, no entanto, tem motivo para ter esperanças na corrida deste domingo. A única prova que venceu na temporada, no GP da Malásia, os pilotos tiveram a mesma escolha de pneus médios e duros como no circuito da Catalunha.

"Temos os mesmos pneus, sim. Mas os circuitos são completamente diferentes. Acho que potencialmente os pneus não façam tanta diferença quanto na Malásia", comentou. "Parece que a Mercedes tem um pouco mais de vantagem nos compostos em relação a nós. Então vamos ver o que podemos fazer na corrida", finalizou.

O inglês Lewis Hamilton lidera a temporada 27 pontos à frente de seu companheiro, Nico Rosberg, e 28 a mais do que Vettel. A largada para a etapa da Espanha está marcada para as 10h deste domingo, pelo horário de Brasília.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.