Vettel se diz lisonjeado por interesse da Ferrari

Atual bicampeão da Fórmula 1, o alemão Sebastian Vettel agradeceu nesta quinta-feira os elogios do chefe da Ferrari, Stefano Domenicali, mas evitou comentar uma possível transferência para a equipe italiana.

AE, Agência Estado

21 de junho de 2012 | 19h03

"Estou lisonjeado, claro. Sempre disse que a Ferrari é uma grande equipe, com grande tradição, mas estou feliz onde estou", afirmou o piloto da Red Bull. "Foi um elogio, que vou levar em consideração, mas agora o meu foco está nesta temporada".

Na terça-feira, Domenicali havia comentado que Vettel poderia conviver com o também bicampeão Fernando Alonso na Ferrari. A declaração aumentou os rumores sobre uma possível saída de Felipe Massa, cujo contrato se encerra no fim deste ano.

Questionado sobre uma futura parceria com Vettel, Alonso preferiu minimizar os boatos. "Quando eu fui campeão em 2005 pela Renault, tive meu nome ligado às Ferrari imediatamente. Mas só cheguei aqui em 2010. Então, se Sebastian está sendo mencionado agora, talvez ele desembarque aqui daqui a cinco anos", comentou o espanhol.

Ao invés de falar sobre o futuro, Alonso fez elogios ao atual companheiro. "Estou muito feliz com Felipe. Mas, quem vier no futuro, será bem-vindo. Se ele [Vettel] vier, não haverá problema e tentaremos trabalhar como trabalho hoje com Felipe", declarou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.