Vettel torceu para que chovesse em Interlagos

Largando em 15.º, alemão terminou em quarto: 'Acho até que tinha chances de vencer, mas não aconteceu'

EFE

18 de outubro de 2009 | 20h54

SÃO PAULO - O alemão Sebastian Vettel, da Red Bull, confessou que torceu para que chovesse durante o Grande Prêmio do Brasil, em Interlagos, para que o inglês Jenson Button não conquistasse o título do Mundial de Pilotos. "Em algum momento da corrida cheguei a rezar para que chovesse, mas ela não veio", reconheceu o piloto, que acabou na quarta posição e chegou aos 74 pontos na classificação - Button está com 85.

Veja também:

link Jenson Button supera Rubinho e conquista título da Fórmula 1

som Rubens Barrichelo diz que sai de cabeça erguida após o GP do Brasil

F-1 2009 - tabela Classificação | especialCalendário

especialESPECIAL - A carreira do campeão Jenson Button

especialESPECIAL - Jogue o Desafio dos Pilotos

blog BLOG DO LIVIO - Leia mais sobre a F-1

blog SPF1 - Leia mais no blog do GP do Brasil

"Só me resta parabenizar Jenson e a Brawn GP. Acho que eles fizeram o melhor dos trabalhos este ano", completou Vettel, que abriu dois pontos de vantagem em relação ao brasileiro Rubens Barrichello, companheiro de Button na Brawn GP.

Mesmo tendo largado em 15.º lugar, ele gostou do resultado final deste domingo. "Foi o melhor que poderíamos esperar. Acho até que tinha chances de vencer, mas não aconteceu e não há muito mais o que dizer", apontou.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1Sebastian VettelRed Bull

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.