Vettel vê Ferrari abaixo do nível esperado e descarta luta pelo título

O alemão Sebastian Vettel chegou ao Japão embalado pela vitória no GP de Cingapura, mas não exibiu otimismo depois dos treinos livres desta sexta-feira no circuito de Suzuka. Após ser o quinto colocado nas atividades, a 1s9991 do piloto mais rápido, o russo Daniil Kvyat, da Red Bull, ele avaliou que o carro da Ferrari não apresentou o desempenho esperado, embora seja difícil realizar uma avaliação precisa em razão da chuva.

Estadão Conteúdo

25 de setembro de 2015 | 12h04

"Com as condições não sendo consistentes, não é tão fácil de comparar o seu carro com o carro dos outros pilotos. Em geral, no início, eu acho que nós não estávamos onde queríamos estar, mas talvez, no final, aprendemos algumas lições. Agora vamos ver como o tempo vai estar nos próximos dois dias", disse Vettel.

O alemão também lamentou as condições adversas em que foram disputados os treinos livres desta sexta. "Nós tentamos fazer algumas voltas, mas não foi muito fácil, porque às vezes havia muita água na pista. Nestas condições depende muito do piloto, se ele quer continuar ou não, sentindo os pneus e as condições", explicou.

Após vencer o GP do Japão, Vettel diminuiu a vantagem do inglês Lewis Hamilton, o líder do Mundial de Pilotos, para 49 pontos. Ainda assim, o alemão não se vê como um candidato ao título.

"É claro que é melhor estar mais perto do que mais longe, mas ainda há uma enorme diferença. Sim, ainda há cinco corridas pela frente e, como eu disse antes, todos os domingos significam uma nova oportunidade, mas acho que é errado falar sobre o campeonato neste momento", comentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.