Vettel vence GP da Espanha e dispara na Fórmula 1

O alemão Sebastian Vettel venceu neste domingo o GP da Espanha de Fórmula 1, realizado no Circuito da Catalunha, e ampliou a sua vantagem na liderança do Mundial de Pilotos ao obter a sua quarta vitória nas cinco corridas realizadas nesta temporada. Dessa vez, porém, ele enfrentou mais dificuldades para vencer e precisou conter a pressão do inglês Lewis Hamilton nas voltas finais da prova. O também inglês Jenson Button completou o pódio.

AE, Agência Estado

22 de maio de 2011 | 11h26

O piloto da Red Bull assumiu a liderança após o segundo pit stop e triunfou com uma vantagem de apenas 0,6 segundos para Hamilton. Assim, permaneceu na liderança do campeonato, agora com 118 pontos e 41 de vantagem para o rival da McLaren, que soma 77. Eles são seguidos pelo australiano Mark Webber, com 67 pontos, por Button, com 61, e pelo espanhol Fernando Alonso, com 51 pontos. O brasileiro Felipe Massa, que abandonou a prova, está em oitavo lugar, com 24 pontos, e Rubens Barrichello, que terminou em 17º lugar, ainda não pontuou nesta temporada.

A quarta vitória de Vettel em 2011 encerrou um longo tabu no Circuito da Catalunha, que teve o pole position vencendo a prova nos dez anos anteriores. Dessa vez, porém, Webber, que largou da primeira colocação, terminou apenas em quarto lugar. O espanhol Fernando Alonso, que liderou as primeiras 18 voltas concluiu a prova, disputada sob intenso calor, na quinta posição.

O Mundial de Construtores é liderado pela Red Bull, com 185 pontos, à frente da McLaren, com 138, e da Ferrari, com 75. A sexta etapa da temporada 2011 da Fórmula 1 será o GP de Mônaco, nas ruas de Montecarlo, que será disputado no próximo domingo. Em 2010, a prova foi vencida por Webber.

A CORRIDA - A largada do GP da Espanha foi marcada pelo espetacular início de Alonso, que, correndo em casa, saiu da quarta colocação e ultrapassou Hamilton, Vettel e Webber para assumir a liderança na primeira curva. O australiano também foi ultrapassado por Vettel. O alemão Michael Schumacher também teve início espetacular, saltando do décimo para o sexto lugar, ao contrário de Button, que caiu da quinta para a décima posição.

Com um carro inferior ao dos concorrentes, Alonso não conseguiu abrir vantagem para os outros pilotos e passou a ser pressionado por Vettel. Porém, se manteve na liderança após o primeiro pit stop. Já Hamilton assumiu a terceira colocação na parada, ultrapassando Webber.

Na segunda série de pit stops, Vettel assumiu a dianteira do GP da Espanha. Hamilton, que tinha bom ritmo e atrasou a sua parada, assumiu a segunda colocação. Webber e Alonso fizeram disputa acirrada de posição na pista após o terceiro pit stop, com o espanhol permanecendo temporariamente na terceira colocação.

Com ritmo forte, porém, e aproveitando do bom rendimento dos pneus macios, Button passou Webber e Alonso para assumir a terceira colocação. O espanhol, com o forte desgaste dos pneus, teve que realizar o quarto pit stop antes do previsto e perdeu a quarta colocação para Webber.

Após a quarta rodada de parada nos boxes, Hamilton passou a pressionar Vettel, mas o alemão conseguiu se defender bem para vencer o GP da Espanha e conquistar a sua quarta vitória em 2011. Já Massa abandou quando faltavam oito voltas para o final por conta de um problema no câmbio.

Schumacher terminou a corrida em sexto lugar e foi seguido pelos alemães Nico Rosberg e Nick Heidfeld, pelo mexicano Sergio Perez e pelo japonês Kamui Kobayashi, que fechou a zona de pontuação do GP da Espanha de Fórmula 1.

Confira a classificação final do GP da Espanha:

1º. Sebastian Vettel (ALE/Red Bull), 66 voltas em 1h39min03s301

2º. Lewis Hamilton (ING/McLaren), a 0s6

3º. Jenson Button (ING/McLaren), a 35s0

4º. Mark Webber (AUS/Red Bull), a 12s2

5º. Fernando Alonso (ESP/Ferrari), a 1 volta

6º. Michael Schumacher (ALE/Mercedes), a 1 volta

7º. Nico Rosberg (ALE/Mercedes), a 1 volta

8º. Nick Heidfeld (ALE/Renault), a 1 volta

9º. Sergio Pérez (MEX/Sauber), a 1 volta

10º. Kamui Kobayashi (JAP/Sauber), a 1 volta

11º. Vitaly Petrov (RUS/Renault), a 1 volta

12º. Paul di Resta (ESC/Force India), a 1 volta

13º. Adrian Sutil (ALE/Force India), a 1 volta

14º. Sebastien Buemi (SUI/Toro Rosso), a 1 volta

15º. Pastor Maldonado (VEN/Williams), a 1 volta

16º. Jaime Alguersuari (ESP/Toro Rosso), a 2 voltas

17º. Rubens Barrichello (BRA/Williams), a 2 voltas

18º. Jarno Trulli (ITA/Lotus), a 2 voltas

19º. Timo Glock (ALE/Virgin), a 3 voltas

20º. Jérôme D?Ambrosio (BEL/Virgin), a 4 voltas

21º. Narain Karthikeyan (IND/Hispania), a 5 voltas

Não completaram:

Felipe Massa (BRA/Ferrari)

Heikki Kovalainen (FIN/Lotus)

Vitantonio Liuzzi (ITA/Hispania)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.