Nhac Nguyen/AFP
Nhac Nguyen/AFP

Vietnã inicia construção do circuito que receberá corrida da F-1 em 2020

Autoridades lançam pedra fundamental da pista, que será de rua e ficará no oeste da capital, Hanói

Redação, Estadão Conteúdo

20 de março de 2019 | 10h26

Autoridades do Vietnã e Federação Internacional de Automobilismo (FIA) lançaram nesta quarta-feira a pedra fundamental do futuro circuito que receberá uma etapa da Fórmula 1 a partir de 2020. A cerimônia marcou o início da construção da estrutura, que será inaugurada em março do próximo ano, um mês antes da aguardada prova.

Com extensão de 5.565 metros, o circuito de rua será localizado no oeste da capital Hanói. Será mais um traçado de rua na categoria, assim como já acontece em Mônaco, Cingapura e Azerbaijão. A pista terá ao menos duas grandes retas e curvas que vão lembrar os circuitos de Nurburgring, na Alemanha, e Montecarlo.

Será a primeira prova de F-1 no país, que não tem tradição no automobilismo e surpreendeu no ano passado ao anunciar que passaria a integrar o campeonato. "Este grande evento vai dar ao Vietnã, e principalmente à sua capital, uma exposição internacional", disse o presidente da FIA, Jean Todt, no evento desta quarta.

De acordo com a imprensa estatal, a capital do Vietnã acertou contrato de dez anos com a Fórmula 1. Por acaso, a cidade deverá desembolsar US$ 60 milhões (cerca de R$ 227 milhões) pelo direito de realizar o evento. A direção da F-1 não divulga os valores envolvidos nas negociações e nem o tempo dos contratos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.