Villeneuve se preocupa com adaptação na Stock Car

Principal atração da Corrida do Milhão da Stock Car, que será realizada no domingo em São Paulo, no circuito de Interlagos, Jacques Villeneuve revelou nesta quinta-feira que a sua principal preocupação é com a adaptação ao carro utilizado na categoria. Convidado para a prova pela organização, o piloto canadense tem o direito a realizar sessões de treinos extras para a corrida.

AE, Agência Estado

04 de agosto de 2011 | 14h55

"Ainda tenho muito trabalho para fazer aqui em Interlagos. Preciso ainda ganhar milhagem, porque sei que a categoria é bem disputada, e tenho certeza que irei me adaptar, me sentir à vontade com o carro quando a corrida estiver acabando", afirmou Villeneuve, que correrá com o número 27, pela equipe Shell V-Power Racing.

Campeão mundial na Fórmula 1 em 1997, o piloto canadense é conhecido pelo seu estilo agressivo de pilotagem. Bem-humorado, ele brincou e disse esperar que suas características não causem atritos com os outros participantes da Corrida do Milhão. "Não quero fazer inimigos entre os pilotos que já estão na categoria", disse.

Como nunca competiu pela Stock Car, Villeneuve realizou um treino exclusivo para iniciar a sua adaptação ao carro da escuderia em Interlagos. Assim, o piloto canadense foi o primeiro a testar na prática a reformulada chicane criada na subida da Curva do Café. Nesta curva, ocorreram dois acidentes fatais nos últimos quatro anos.

Mas não é apenas Villeneuve que terá direito aos treinos extras no circuito de Interlagos nesta quinta-feira. A organização da Stock Car dividiu os pilotos da categoria em dois grupos para a realização de sessões de uma hora cada. Mas o canadense foi escalado para as duas atividades. Tudo para que a principal atração da Corrida de Milhão seja competitiva no domingo.

Os carros da Stock Car voltarão ao circuito de Interlagos na sexta-feira para a realização de treinos livres. A sessão de classificação acontece no sábado e a Corrida do Milhão será disputada no domingo, a partir das 11 horas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.