Pasquale Bove/EFE
Pasquale Bove/EFE

Viñales aproveita queda de Bagnaia e vence etapa da Emilia Romagna da MotoGP

Esta é a primeira vitória do piloto italiano da Yamaha na temporada de 2020

Redação, Estadão Conteúdo

20 de setembro de 2020 | 11h20

O espanhol Maverick Viñales foi beneficiado pela queda do italiano Francesco Bagnaia nas voltas finais e ganhou a etapa da Emília Romagna da MotoGP neste domingo, disputada no circuito de Misano, na Itália. Foi a primeira vitória do piloto da Yamaha na temporada de 2020.

Viñales é o sexto piloto diferente a triunfar em sete provas na atual temporada, o que reforça o equilíbrio do campeonato. Neste domingo, o espanhol, que havia feito a pole, herdou a liderança de Bagnaia depois que o rival caiu e chegou a oito triunfos na categoria.

O italiano da Pramac vinha dominante, com pouco mais de um segundo de vantagem para o pelotão e caminhava tranquilo para vencer. No entanto, um erro nas voltas finais lhe custou caro e ele teve de abandonar. A segunda posição ficou com o espanhol Joan Mir, da Suzuki, chegando 2s425 atrás do vencedor - foi o seu terceiro pódio em 2020.

O francês Fabio Quartararo, da Yamaha SRT, cruzou a linha de chegada em terceiro, mas foi punido por ter excedido os limites de pista e caiu para o quarto lugar. Com isso, a terceira posição ficou com o espanhol Pol Espargaró, da Red Bull KTM, 4s528 mais lento que Viñales.

O português Miguel Oliveira, parceiro de Espargaró na KTM, fechou a prova em Misano em quinto, à frente do japonês Takaaki Nakagami, da LCR Honda.

O espanhol Álex Márquez, da Honda, obteve o seu melhor resultado desde a estreia na categoria ao terminar em sétimo. O italiano Andrea Dovizioso, da Ducati, teve atuação discreta e cruzou a linha de chegada em oitavo, à frente dos compatriotas Franco Morbidelli, da Yamaha SRT, e Danilo Petrucci, da Ducati, que completaram o top 10.

Dovizioso continua na liderança do Mundial com 84 pontos, mas viu sua vantagem reduzir em relação a Fabio Quartararo e Maverick Viñales, que estão empatados com 83 cada. Joan Mir pulou para quarto posto e está bem próximo do líder, com 80.

Depois de duas provas consecutivas disputadas na Itália, a próxima corrida da MotoGP será a etapa da Catalunha, realizada no circuito de Barcelona, na Espanha. Será a oitava etapa de 14 programadas na temporada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.