Vinicius Ramires é o pole na última etapa da Fórmula Truck

Na briga pelo título da Fórmula Truck, que será decidido neste domingo em Brasília, o novato Vinícius Ramires saiu na frente do veterano Renato Martins. Neste sábado, no treino classificatório, o piloto da Mercedes conquistou a pole com 1min13s49, enquanto Renato Martins, da Volkswagen, fez apenas o sexto melhor tempo (1min14s134). Em segundo lugar sairá Wellington Cirino (1min13s53), que também tem chances de vencer o campeonato. A corrida, às 12h30, terá transmissão da Bandeirantes.Renato lidera o campeonato com 111 pontos. A vantagem sobre Vinicius caiu para dez pontos, já que quem faz a pole ganha um ponto na classificação geral. ?Essa pole foi suada. Agora tenho um pontinho a mais e isso é importante. Durante os treinos estávamos muito rápidos, então já esperávamos uma boa colocação hoje?, analisa Vinicius. Apesar disso, o piloto, que está apenas em sua segunda temporada na Truck, faz um alerta. ?Largar na frente é bom, mas não significa muito. A corrida vai pegar a partir da 12ª volta, quando os caminhões estarão mais desgastados. A pista é de alta velocidade e vai se dar melhor quem souber poupar os freios?, diz Vinicius.Ele deixa claro que respeita Renato, que foi o campeão da temporada de 1996, a primeira homologada pela CBA. ?O Renato tem experiência e um caminhão muito bom. Tenho certeza que ele deve vir para cima?, conclui o piloto.Caso Vinicius vença a corrida, Renato precisa de um terceiro lugar para ficar com o título. Para conquistar o bi, o piloto sacrificaria a noite de sono. ?Peguei um pouco de óleo na pista quando fui fazer minha volta classificatória, mas vamos passar a noite trabalhando no caminhão. Vamos trocar o motor porque esse teve uma queda de rendimento. Dormir? Nem pensar?, garante.O piloto da Volks e chefe de equipe da RM Competições se garante: ?Experiência conta muito na hora da decisão. Tudo bem que no calor da corrida a adrenalina sobre em todo mundo, mas a bagagem ajuda, certamente.?Wellington Cirino, tricampeão da categoria, tem chances remotas de levar o tetra, mas resume: ?A corrida é longa e vai vencer quem souber poupar o caminhão. Minha estratégia? Ganhar a corrida. Não tenho mais nada a fazer?, encerra o piloto da Mercedes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.