Filipe Araujo/AE - 27/11/2011
Filipe Araujo/AE - 27/11/2011

Webber diz não se sentir ameaçado por jovens pilotos na Fórmula 1

Mesmo vindo de uma temporada fraca, australiano acredita ter boas chances de título neste ano

AE, Agência Estado

27 de fevereiro de 2012 | 16h39

MILTON KEYNES - Apesar do desempenho irregular em 2011 e da ascensão de novos pilotos, o australiano Mark Webber afirmou nesta segunda-feira que não se sente ameaçado na Red Bull. Pilotando à sombra do bicampeão Sebastian Vettel, Webber tem contrato somente até o fim deste ano.

"O mais importante é a minha performance. O resto eu não posso controlar, então eu vou me concentrar apenas no meu desempenho", declarou o australiano, às vésperas do início da última sessão de treinos de pré-temporada da Fórmula 1.

Sem aparentar preocupação com seu futuro, Webber destacou que está acostumado a ficar sob pressão na categoria. "Quando você está no comando de um carro da F1 você está sob intenso escrutínio. Cada curva é analisada", comentou o australiano, que poderá ter a concorrência de Daniel Ricciardo e Jean-Eric Vergne no próximo ano - os dois foram contratados no fim de 2011 pela Toro Rosso, equipe parceira da Red Bull.

Mesmo vindo de uma temporada fraca, com apenas uma vitória em 2011, Webber acredita ter boas chances de título neste ano. "Com certeza! Tive um final de temporada forte - uma pena que o início não foi dos melhores. Mas em 2012 eu quero um bom início, cujo ritmo seja mantido durante a temporada até o final. E aí vamos contar os pontos", afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1Red BullMark Webber

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.