Srdjan Suk/EFE - 27/05/2010
Srdjan Suk/EFE - 27/05/2010

Webber diz que não se arrependeu por frase polêmica

Australiano ficou irritado por apenas Sebastian Vettel ter recebido nova asa dianteira para o GP da Inglaterra

AE, Agência Estado

22 de julho de 2010 | 12h24

O australiano Mark Webber afirmou nesta quinta-feira que não se arrependeu sobre os comentários irônicos realizados após vencer o GP da Inglaterra. Porém, o piloto da Red Bull admitiu que ele poderia ter utilizado outra linguagem na comunicação pelo rádio com a equipe para que a conversa não fosse revelada pelas transmissão oficial da prova.

"Eu não tenho nenhum arrependimento. Como esportista, é por isso que estamos todos aqui - é um esporte - e as coisas acontecem no calor do momento. Eu deveria ter colocado alguma linguagem colorida, porque talvez ela nunca teria sido transmitida. Mas eu fui educado e consegui correr, e depois algumas outras pessoas ouviram o que eu disse".

Webber admitiu que a polêmica sobre a asa dianteira da Red Bull deixou o clima carregado, mas garantiu que o desentendimento já foi resolvido. "Foi uma semana muito carregada emocionalmente. Nós todos sabemos que algumas coisas aconteceram, mas isso pode ser resolvido rapidamente. E para ser honesto, foi".

"Nada mal para um segundo piloto", disse Webber, após vencer o GP da Inglaterra, em Silverstone, há duas semanas. A declaração foi um protesto por apenas o alemão Sebastian Vettel ter recebido uma asa dianteira para a prova. Agora, porém, o australiano garante que a polêmica está esquecida.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.